Você também pode investir no mundo inteiro. | + Análise | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
COLUNA + ANÁLISE
Você também pode investir no mundo inteiro.
"É possível comprar também os chamados ETFs -Exchanged Traded Fundis-, que são fundos de índices, um fundo de investimento negociado na Bolsa de Valores como se fosse uma ação. Nesse caso, ao comprar um ETF do Ibovespa é como se você comprasse todo o índice Ibovespa em uma única ação. Temos hoje, no Brasil, ETFs da Nasdaq, da S&P, da DAX, da Topix e vários outros dos principais índices das bolsas mundiais."
IGOR LUCENA
Postado em 20 de julho de 2021
Você também pode investir no mundo inteiro.

Antigamente o acesso a ações, fundos de investimentos, títulos de dívidas e outros ativos financeiros de empresas estrangeiras estavam restritos aos muito ricos, aqueles com operações no exterior e os chamados investidores qualificados.

 

Entretanto, o desenvolvimento das corretoras de valores, bem como a competição entre bancos, as Fintechs e a internacionalização das empresas brasileiras fizeram com que o mercado financeiro nacional se transformasse, de maneira radical, nos últimos dois anos.

 

Hoje, o investidor mais humilde, com apenas 50 reais, consegue comprar papéis do mundo inteiro. Dentro da B3, nossa bolsa brasileira, é possível comprar os chamados BDRs -Brazilian Depositary Receipts-, que são certificados de depósito de valores mobiliários emitidos no Brasil que representam ações de emissão de companhias abertas com sede no exterior. Encontramos, hoje, importantes empresas como Apple, Amazon, Mitsubishi, Nissan e L´oreal, entre outras, oferecendo BDRs nesse mercado.

 

É possível comprar também os chamados ETFs -Exchanged Traded Fundis-, que são fundos de índices, um fundo de investimento negociado na Bolsa de Valores como se fosse uma ação. Nesse caso, ao comprar um ETF do Ibovespa é como se você comprasse todo o índice Ibovespa em uma única ação. Temos hoje, no Brasil, ETFs da Nasdaq, da S&P, da DAX, da Topix e vários outros dos principais índices das bolsas mundiais.

 

Vale ressaltar que também temos ações de empresas brasileiras no exterior que já podem ser adquiridas (compradas) no Brasil. Por outro lado, corretoras americanas e europeias ‘abriram suas portas’ para clientes brasileiros. Caso alguém se interesse por comprar fundos de investimentos mundiais no exterior, isso será possível com um valor a partir de US$ 500,00, o que antigamente era acessível apenas para valores acima de US$ 100.000,00.

 

O que vemos hoje, na prática, é uma abertura do mercado financeiro mundial para os brasileiros que, de fato, junto a uma baixa taxa de juros Selic, ajuda os investidores a ‘migrar’ da renda fixa dos bancos para a bolsa brasileira. Existe uma discussão se esse movimento não retira das ações brasileiras os investimentos nacionais, entretanto estamos falando do mercado financeiro, que cada dia está mais globalizado e não permite mais espaço para protecionismos.

 

Importante ainda salientar que, ao comprar ações, títulos e índices de empresas internacionais, o investidor passa a correr um risco cambial e se expõe aos riscos nacionais dos países de origem dos ativos que ele está comprando; todavia, apesar de tudo, a diversificação com papéis estrangeiros é sempre uma excelente estratégia bastante utilizada pelo investidor estrangeiro, que agora é conhecida pelos brasileiros de modo geral. Investir no exterior sempre foi e será uma ideia bastante atraente!

Deixe seu comentário