Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
Coluna + Emprego
Carta de apresentação no processo seletivo: saiba como elaborar
A carta de apresentação, assim como o currículo, é o primeiro contato do candidato com a empresa. Por isso, ela deve ser elaborada com cuidado para garantir uma boa primeira impressão.
Márcia Catunda
Postado em 31 de março de 2021
Carta de apresentação no processo seletivo: saiba como elaborar
imagem: freepik

A carta de apresentação é uma ferramenta que permite que o candidato mencionar suas competências e seu interesse em trabalhar em uma determinada empresa ou ocupar um cargo específico. Há empresas que solicitam a carta de apresentação junto ao currículo.

Além disso, também pode ser útil para detalhar o momento profissional atual e elencar os motivos pelos quais ocupar aquela posição é interessante para sua carreira e/ou para a própria empresa. É uma oportunidade de o recrutador saber mais sobre você e sua trajetória profissional antes de chamá-lo(a) para a entrevista.

Enquanto o currículo precisa ser conciso e objetivo, a carta de apresentação é uma oportunidade para incluir outros fatores que você gostaria de ter em seu currículo, aquele conteúdo que você resumiu ao máximo com receio de que ficasse muito longo.

Quando a empresa pede que o candidato envie esse tipo de documento, ele fica com algumas dúvidas como por exemplo: o que devo mencionar? Como elaborar esse texto? O texto deve ser curto ou longo? Quantos caracteres? E assim sucessivamente.

Primeiramente, é preciso entender que as cartas de apresentação podem ter como objetivo principal responder a um anúncio de vaga ou explicar um determinado momento da vida profissional, sendo que os dois tipos devem deixar claro o interesse pela empresa e/ou por um cargo determinado. Deixar bem claro no texto por que você merece trabalhar naquela empresa e ser selecionado(a) para aquele cargo.

No caso das cartas direcionadas a um determinado anúncio, é necessário ler com atenção os pré-requisitos da vaga e, em seguida, analisar como a experiência profissional se conecta à oportunidade.

Ainda que o candidato tenha desempenhado funções semelhantes à vaga há algum tempo, ou que tenha realizado a atividade de forma mais informal, é importante que elas também sejam consideradas. Demonstrar as competências solicitadas na carta de apresentação de forma objetiva é algo muito relevante – lembrando que elas deverão ser mais detalhadas no currículo.

Sempre deve-se focar nas atividades que estão relacionadas ao perfil da vaga, mesmo que você tenha várias experiências. Se aquelas responsabilidades não tiverem relação com a função pretendida na empresa, provavelmente você não será selecionado(a). Lembre-se que para ter chances de ser chamado, você deve ter pelo menos 70% dos requisitos solicitados.

Segue abaixo um modelo de carta de apresentação para ser enviada no corpo do e-mail, caso a empresa não mencione ser obrigatório:

Prezada recrutadora (nome da recrutadora);

Gostaria de candidatar-me à vaga de (nome da vaga) na (nome da empresa). De acordo com o anúncio do processo seletivo, atendo aos seguintes requisitos:

  • Experiência de 05 anos no segmento (segmento que a empresa atua)
  • Domínio das ferramentas (coloque as ferramentas que são requisitos para a vaga e que você de fato tenha conhecimento)
  • CNH e carro próprio; (mencione se for requisito para a vaga)
  • Disponibilidade para viagens. (mencione se for requisito para a vaga)

Tenho acompanhado o desempenho da empresa (nome da empresa)  nos últimos anos e acredito que posso contribuir com bons resultados. Durante o tempo em que permaneci na organização (mencione seu último trabalho que tenha relação com a vaga), fui peça chave na criação de estratégias no setor (nome do setor que você atuava). Junto com a minha equipe, aumentamos o faturamento dos negócios em 25%. (mencionar números apenas se você realmente tiver esses dados).

Se após ler o meu currículo, a senhora estiver interessada em conhecer mais sobre o meu perfil e minhas qualificações, por favor, não hesite em entrar em contato. Estou à disposição para prestar todos os esclarecimentos que forem solicitados.

Atenciosamente,

(Seu nome)

(Seu número de celular)

(Seu e-mail pessoal) 

Atenção: você só deve mencionar os requisitos que de fato você possui e são aderentes à vaga. Em caso de mentiras, o candidato é automaticamente eliminado. Não esqueça de colocar no assunto do e-mail o nome e/ou código da vaga, conforme solicitado no anúncio.

O modelo acima é de uma carta de apresentação mais resumida, caso a empresa mencione o que será avaliado, bem como a estrutura do documento, deve-se cumprir o que foi solicitado. A carta de apresentação é o momento de detalhar o que não foi possível no currículo, mas que é relevante para o cargo em questão.

Você deve registrar suas qualificações, avanços e conquistas

Percebe-se que na carta de apresentação você deve registrar suas qualificações, avanços e conquistas. Além disso, não mencionar apenas o que você conquistou, mas como também como conseguiu alcançar essas metas. Mostrar não apenas que você é bom no que faz, mas principalmente por que você é um bom profissional.

Agora imagine que a empresa que você deseja trabalhar não está com nenhuma vaga aberta, mas você quer enviar uma carta de apresentação assim mesmo. Neste caso, é preferível contar brevemente sobre o momento profissional atual e demostrar interesse por futuras oportunidades.

Nestas situações, é importante que o candidato realmente compreenda como pode agregar valor para a determinada organização, afinal provavelmente outras pessoas sonham em trabalhar nessa empresa, mas por que a empresa deve ter atenção especial com seu perfil? Qual o seu diferencial? Como pode colaborar e gerar lucros para a empresa? As respostas a essas perguntas devem estar bem claras em seu texto. Trabalhar o autoconhecimento é fundamental para conseguir responder essas questões.

A carta de apresentação também pode ser utilizada por profissionais que estão em um processo de transição de carreira. Neste caso, o candidato pode explicar que, embora tenha vasta experiência em determinada área, vem se capacitando em outra e busca uma oportunidade naquele determinado setor. Se tiver experiência em uma função que seja similar, deve deixar bem claro. Além disso, deve mencionar os motivos que o levaram a mudar de profissão, seus planos e perspectivas na nova carreira.

Após finalizado o texto, não esqueça de ler e revisar quantas vezes forem necessárias, eliminando palavras repetidas e vocabulário informal, além de erros ortográficos e gramaticais. Caso não se sinta seguro(a), peça a um profissional especialista em Língua Portuguesa para auxiliar nessa tarefa. Boa sorte!

Deixe seu comentário