Indústria de bebidas oferta 27 vagas de emprego exclusivas para mulheres no Ceará | + Emprego | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
Coluna + Emprego
Indústria de bebidas oferta 27 vagas de emprego exclusivas para mulheres no Ceará
Iniciativa faz parte do movimento #EuIncluo e as oportunidades são para várias áreas de atuação
Postado em 22 de outubro de 2021
Indústria de bebidas oferta 27 vagas de emprego exclusivas para mulheres no Ceará
A iniciativa faz parte do movimento #EuIncluo, desenvolvido para aumentar o protagonismo feminino na indústria de bebidas. Imagem: pexels

Visando ampliar o ingresso de profissionais mulheres na indústria de bebidas, a Solar Coca-Cola, segunda maior engarrafadora do Sistema Coca-Cola no Brasil, está com processo seletivo aberto para 27 vagas de emprego exclusivas para mulheres no Ceará. A iniciativa faz parte do movimento #EuIncluo, desenvolvido pela companhia para aumentar o protagonismo feminino em todo o seu território de atuação (estados de Nordeste e Mato Grosso).

As oportunidades são voltadas para cargos como auxiliar de entrega, auxiliar de expedição, auxiliar de produção, motorista de entrega e promotor de vendas. Para conferir mais informações sobre as vagas, qualificações necessárias para cada função e se candidatar, as interessadas devem acessar o link: https://solarcocacola.gupy.io/

A Solar Coca-Cola tem desenvolvido ações que visam estimular e ampliar a diversidade de gênero dentro do seu quadro de colaboradores. Para isso, a companhia tem disponibilizado vagas exclusivas para mulheres nos nove estados do Nordeste e Mato Grosso para atuação em todas as áreas da empresa. De dezembro de 2020 a setembro de 2021, a Solar obteve crescimento de 30% de mulheres que atuam no ambiente operacional nas unidades da companhia. Atualmente, mais de 23% das mulheres ocupam posições de liderança na Solar. Na área corporativa, 59% dos colaboradores são mulheres. Também na área corporativa, 45% da liderança é feminina.

Além disso, a Solar Coca-Cola também desenvolve ações para dar suporte às colaboradoras, como exemplos: o aumento da licença maternidade para 180 dias, a inclusão de salas de amamentação em unidades fabris, a criação dos programas de Acompanhamento de Gestantes, entre outras iniciativas.

Deixe seu comentário