Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
Coluna + Pets
Cachorros também sofrem com hérnia na coluna
Atenção e cuidados!
Tchali da Bolota
Postado em 18 de março de 2021
Cachorros também sofrem com hérnia na coluna

Olá, tudo bem? Começo o dia hoje perguntando sobre você… 

Espero que todos estejam bem! 

Pergunto também: você já ouviu falar sobre hérnia em cachorro?  

Infelizmente, isso também acontece nos cachorrinhos, alguns estão bem suscetíveis, assim como nos humanos. O problema pode aparecer em algumas variações: a hérnia de disco, ou doença do disco intervertebral, umbilical, inguinal, entre outras na região da coluna vertebral. 

 A mais conhecida, a hérnia de disco, é dolorosa e prejudica muito a qualidade de vida do cachorrinho. Assim, vamos tentar analisar e ver quais são as causas da doença. 

Em nossa Coluna +Pets de hoje, iremos dar atenção e cuidados às causas da hérnia de disco em cachorros, alguns sintomas, dicas sobre tratamento e algo que possa amenizar esses problemas. Sendo assim, seu Aumiguinho terá um tutor com um conhecimento maior para lidar com essa situação chata. E tenha uma boa leitura! 

Vamos à pergunta: O que é a hérnia de disco? 

Vamos entender a coluna vertebral. Ela é formada por uma série de vértebras que se encaixam e deslizam entre si conforme nossa movimentação. A coluna tem alguns tipo de discos que ficam entre as intervertebrais e tentam minimizar o choque entre elas. Também existem outras estruturas que visam diminuir esse impacto e fazer com que não haja muitos danos na coluna. 

Com traumas ou envelhecimento, esses discos vão ficando velhos e podem se deslocar, partindo em direção à medula, meio que apertando, causando um desgaste que pode desencadear dor e ou até paralisia 

Outra pergunta: e nos cachorros, quais são os sintomas da hérnia? 

Eis alguns sintomas mais comuns em cães que apresentam problemas de hérnia de disco: dor, vocalização de choros, alteração na postura do pet, fraqueza nas patas, resistências físicas às brincadeiras, redução do apetite e dificuldade de fazer as necessidades. 

É importante estar sempre atento ao comportamento de seu melhor amigo. Os cães são bastante resistentes à dor e, por isso, podem apenas dar sinais leves de que algo está errado.  

Mas há alguma raça mais propensa a isso? 

As causas da hérnia de disco em cães são muito variadas e podem incluir um movimento brusco ou um acidente, assim como a degeneração natural dos discos. 

Há uma relação entre a genética e as ocorrências de problemas. Uma determinada raça pode apresentar mais chances de desenvolver uma hérnia de disco ao longo de suas vidas. 

As raças mais comumente atingidas por esse problema são: 

  • Buldogue Francês 
  • Buldogue Inglês 
  • dachshund (salsicha); 
  • beagle; 
  • pequinês; 
  • shih tzu; 
  • labrador; 
  • golden retriever. 

A hérnia pode ocorrer em qualquer fase da vida do pet, mas é muito mais comum em indivíduos adultos e idosos. Contudo, esteja sempre atento aos sintomas desse problema. 

Afinal, como é feito o diagnóstico? 

Detectando alguns dos sintomas acima, o mais correto e adequado é busca um especialista, no caso um veterinário. Após uma avaliação, exames laboratoriais (de sangue e do líquor) e de imagem, o profissional deve chegar ao diagnóstico correto, orientar e conduzir um melhor tratamento. 

E o como é feito o tratamento? 

Após a verificação com veterinário, buscando melhores resultados, existem algumas formas de proceder: 

Tratamento conservativo: indicado nos estágios iniciais. Nesse caso, é realizado o repouso do paciente, uso de medicações analgésicas, anti-inflamatórias, fisioterapia conduzida e acupuntura. (mesmo sem sintomas é indicado fazer uma acupuntura e ou fisioterapia nos cachorrinhos. Há planos de saúde de pets com esses serviços). 

Tratamento cirúrgico: em casos mais graves, em que o paciente chega a perder os movimentos das patas, o procedimento cirúrgico é o melhor tratamento. 

Escolha a técnica cirúrgica com o especialista, verificando o grau de compressão e o estado do cachorrinho. Algumas opções são a hemilaminectomia e a laminectomia. A hemilaminectomia é a mais indicada para esses casos. É removida uma pequena porção da vértebra, como se fosse uma “fenda”, para auxiliar na descompressão da região. 

A fisioterapia e a acupuntura são indicadas? 

Elas são importante aliadas no tratamento da hérnia de disco em qualquer fase ou tipo de tratamento (conservativo ou cirúrgico). São fundamentais para melhorar a qualidade de vida do seu cachorrinho, ajudando, assim, na recuperação do pós-operatório. É um passo fundamental para a recuperação do seu melhor amigo. 

Com todas essas informações, vamos trabalhar na prevenção, no cuidado, na observação e perceber que a hérnia de coluna é coisa seria! Esse tipo de conhecimento é fundamental para estar preparado para reconhecer possíveis sintomas em seu grande amigo e, assim, fornecer o melhor tratamento.  E lembre-se de sempre consultar um médico veterinário!
 

Referências: Sabrina Ziller – artigo e créditos. 

Médica veterinária, Sabrina possui formação voltada para a fisioterapia e bem-estar de animais de companhia.

Deixe seu comentário