Consumo regenerativo e os novos produtos de beleza | + Variedades | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
+TENDÊNCIAS
Consumo regenerativo e os novos produtos de beleza
Um tipo de consumo que prioriza cosméticos com fórmulas veganas, zero plástico e até 100% de naturalidade. Uma nova lógica de consumo e soluções que beneficiam pessoas e o planeta
Roberta Fontelles Philomeno
Postado em 17 de janeiro de 2022
Consumo regenerativo e os novos produtos de beleza
Barras Biōme, da Natura, produtos em barra que propõem nova lógica de consumo e regeneração do planeta

A nova onda no mercado da beleza é o consumo regenerativo. Isso mesmo! Um tipo de consumo que prioriza cosméticos com fórmulas veganas, zero plástico e até 100% de naturalidade. Uma nova lógica de consumo e soluções que beneficiam as pessoas e o planeta.

ACOMPANHE ROBERTA, NAS REDES SOCIAIS

https://www.instagram.com/robertafontellesphilomeno/

 

consumo regenerativo

Barras Biōme, da Natura. Produtos em barra que propõem nova lógica de consumo e regeneração do planeta

Um exemplo desse tipo de produto regenerativo é a nova linha Natura Biōme. Primeira linha de produtos sólidos da marca, com fórmulas altamente naturais, sensoriais, veganas e de máxima performance.

Segundo Andrea Álvares, vice-presidente de Marca, Inovação, Internacionalização e Sustentabilidade da Natura, o diferencial da linha está nas escolhas.

“Tanto no desenvolvimento dos produtos, quanto nas embalagens. Todas inteiramente pautadas por princípios de regeneração. Menor impacto ecológico possível e reutilizando os recursos disponíveis”, conta.

LINHA NATURA REGENERATIVA

A linha ECO, da Pague Menos, também trabalha esse conceito que mexe totalmente no modo de fabricação de produtos. Opção para quem busca produtos 100% naturais.

Consumo regenerativo

Cabelos secos
Com gerânio, cacau, karité, baunilha e laranja são alguns dos elementos que compõem o shampoo e condicionador para cabelos secos. Fórmula rica em ômega 3 e vitamina E.

Consumo regenerativo

Cabelos oleosos
A combinação de ingredientes, como a manteiga de cupuaçu e a argila verde, foi elaborada para purificar e cuidar dos cabelos oleosos. Limpa profundamente e hidrata o cabelo, mantendo o controle da oleosidade.

Consumo regenerativo

Cabelos Mistos
A versão para cabelos mistos foi pensada como uma alternativa minimalista, leve e delicada. Pode ser utilizada por pessoas com qualquer tipo de cabelo. A argila branca com o óleo de coco têm propriedades antifúngicas e antibacterianas naturais.

É uma linha com itens específicos para limpeza e tratamento de cabelos secos, oleosos e mistos. Além de veganos e não serem testados em animais, a linha é 100% natural em seus componentes, e conta com embalagens sem plástico e biodegradáveis que não geram resíduos.

LEIA MAIS

Dieta, inclua carboidrato sem medo

https://gcmais.com.br/coluna/mais-variedades/variedades-especial-casacor-entrevista-diretora-da-mostra-no-primeiro-episodio/

EMBALAGENS BIODEGRADÁVEL

Consumo regenerativo

Shampoo Sólido Anticaspa, da Noviole. O primeiro biodermocosmético em barra do mercado clean beauty brasileiro, dermatologicamente testado, contra a dermatite seborreica.

Outra marca que aderiu ao consumo regenerativo foi a Noviole. Lançou o shampoo em barra, no formato de gota, que traz certificação Vegana e Cruelty Free, pela Associação Brasileira de Veganismo e o selo PETA.

PASSOS PARA ENTENDER O CONSUMO REGENERATIVO

O consumo regenerativo se apoia em três pilares. São eles: consumo digital, consumo consciente e consumo social. Traduzindo: somos consumidores mais conectados, exigentes e solidários.

Isso quer dizer que temos mais informação, a consciência de que nosso rico dinheirinho patrocina empresas e financia propósitos. E os produtos têm de ter uma conexão a mais os consumidores, respeito à natureza e um modo de modelo de negócio que promova o bem social.

 

Deixe seu comentário