'+ Emprego

Qual a importância de falar inglês para o mercado de trabalho?

Compartilhe:
30 de novembro de 2020
Jonas Viana
Qual a importância de falar inglês para o mercado de trabalho?

Por Tânia Carmonario – Professora de Inglês

 

Lembro-me muito bem quando aquele aluno chegou na escola de idiomas alegando que tinha curso superior, pós-graduação e MBA, mas acabara de perder o emprego por não saber falar inglês.

 

Talvez você ache essa situação absurda, mas aconteceu quase 10 anos atrás. Então, você pode imaginar o grau de exigência do mercado atual para quem fala ou não fala inglês.

 

Muitas empresas multinacionais estão migrando para o Brasil e exigem que seus funcionários falem inglês, no entanto, com a facilidade em fazer negócios no mundo inteiro, empresas brasileiras estão ampliando seus horizontes para outros países, e a exigência de falar inglês é muito alta.

 

Um funcionário que fala inglês pode receber 60% a mais de salário. Além de fazer negócios praticamente com qualquer país, participar de eventos e dar palestras internacionais, ler e escrever contratos, resolver problemas, tomar decisões etc., tudo isso em inglês.

 

Olha a diferença que isso faz para qualquer carreira!

 

Além disso, muitos cursos de especialização são oferecidos em inglês, assim como mestrados e doutorados, os quais exigem o conhecimento da língua inglesa, afinal de contas, o aluno terá acesso a livros e apostilas em inglês, além de ter de escrever parte de sua monografia em inglês.

 

Algumas certificações, independente da sua área de atuação, são oferecidas somente em inglês. E talvez o seu trabalho exija isso para que você consiga uma promoção, mas não poderá fazer o curso, porque não sabe o idioma. Colocando seu emprego em risco também.

 

Outro fator é que quem fala inglês pode ampliar seu networking, fazendo contatos internacionais, e com isso, conseguir empregos ou estudar no exterior, ou ainda, poder arrumar trabalhos vindos do estrangeiro.

 

Conheço uma pessoa que perdeu grandes negócios, como fotógrafa, por não saber falar inglês e negociar com pessoas que procuram profissionais brasileiros. Convenhamos, nós temos muitos profissionais bons em nosso país que podem vender seus produtos ou serviços para outros pessoas ao redor do mundo, sem sair de casa, já que a internet, hoje, nos proporciona isso. Só que para isso, falar inglês é essencial.

 

Sem mencionar que o profissional que fala inglês é muito mais valorizado no mercado do que aquele que tem várias especializações ou uma vasta experiência. Releia o primeiro parágrafo deste texto para compreender melhor.

 

E não pense que a exigência é só para cargos do alto escalão. Não escapa quase ninguém: recepcionistas, secretárias, assistentes, contadores, produção etc.

 

Por isso, a importância de começar seus estudos o quanto antes. Afinal, as oportunidades não marcam hora e você pode perder a grande chance da sua vida por não se diferenciar ao não falar inglês.