Marcas deixam de patrocinar Sikêra Jr. após acusação de homofobia | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
ENTRETENIMENTO
Marcas deixam de patrocinar Sikêra Jr. após acusação de homofobia
Além da perda de patrocínio, Sikêra Jr. também deve pagar uma indenização de R$ 10 milhões ao Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 30 de junho de 2021
Marcas deixam de patrocinar Sikêra Jr. após acusação de homofobia
Foto: Reprodução/RedeTV

Na última semana, o apresentador Sikêra Júnior protagonizou uma cena polêmica durante o seu programa. Ao comentar o comercial de uma marca de sanduíches sobre o Dia Internacional do Orgulho Gay, Sikêra disse:

“Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é pobre, nojento.”

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

No vídeo, crianças falam sobre o assunto ao lado dos pais. A postura do apresentador repercutiu negativamente nas redes sociais. O perfil Sleeping Giants Brasil no Twitter deu início a uma campanha chamada #DemonetizaSikera cobrando o posicionamento das marcas que patrocinam o programa e o apresentar sobre o assunto.

No início desta semana, seis marcas anunciaram que irão deixar de patrocinar o programa e outros canais de comunicação do apresentador Sikêra Jr., na RedeTV. Entre essas marcas, está a HapVida que, por meio de uma nota oficial, declarou que não apoia forma alguma de preconceito, seja social, raça, gênero ou orientação sexual. A operadora suspendeu o patrocínio ao programa Alerta Amazona e Alerta Nacional.

Além da perda de patrocínio, Sikêra Jr. também deve pagar uma indenização de R$ 10 milhões ao Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul. Segundo a ação, o apresentador “estimula a violência, caracterizando discurso de ódio e menosprezo pelo ordenamento jurídico e pelas instituições”.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário