Humorista Ivanildo Gomes, o Batoré, morre em São Paulo aos 61 anos  | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
LUTO
Humorista Ivanildo Gomes, o Batoré, morre em São Paulo aos 61 anos 
Arista morreu em uma UPA na capital paulista.
REDAÇÃO GCMAIS COM INFORMAÇÕES DO R7
Postado em 10 de janeiro de 2022
Humorista Ivanildo Gomes, o Batoré, morre em São Paulo aos 61 anos 
Ivanildo teve sua carreira consagrada pelo personagem Batoré, que fez sucesso na TV. Foto: Reprodução/Record TV

O humorista e ator Ivanildo Gomes Nogueira, mais conhecido por interpretar o personagem Batoré, morreu nesta segunda-feira (10), aos 61 anos. Ele morreu em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, em São Paulo. A Secretaria Municipal de Saúde da capital paulista confirmou que o artista chegou ao local com vida, mas sofreu três paradas cardíacas e acabou não resistindo.

>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

Ivanildo Gomes Nogueira, o Batoré, nasceu em Serra Talhada, no interior de Pernambuco. Antes de se tornar pelo conhecido pelo célebre personagem da TV, o artista teve uma breve carreira como jogador, atuando pelo Ituano, mas uma grave lesão no tornozelo acabou mudando seus planos de seguir como atleta profissional.

Sua entrada no mundo artístico ocorreu nos anos 1980, em aparições em programas de show de calouros, já como humorista. Na década seguinte, o personagem Batoré ganhou vida em um programa humorístico de TV. Lá, ganhou fama com bordões que caíram na boca do povo: “Você é forgaaaado!”, “Ah, para, ô!” e “Você acha que é bonito ser feio?”.

Em recente entrevista ao Domingo Espetacular, da Record TV, Ivanildo contou sobre a origem do personagem. “Eu quis fazer essa homenagem ao Nordeste. E aí eu fiz essa homenagem e graças a Deus é um dos mais queridos”, declarou o humorista.

Batoré e a carreira política

Além da carreira de destaque no humor, Ivanildo também fez carreira como político. Em 2008, ele foi eleito vereador em Mauá, cidade do interior de São Paulo, com 4.778 votos. Depois, ainda seria reeleito em 2012. No entanto, dois anos depois, a Justiça Eleitoral o afastou do cargo após uma mudança de partido, considerando a manobra como “infidelidade partidária”.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Depois de perder o mandato, Batoré voltou à televisão, mas agora como ator, com participações em telenovelas. Em seguida, voltou ao programa humorístico que o consagrou, onde fez suas últimas aparições no mundo artístico.


Deixe seu comentário