Câmera Record mostra o cotidiano de pessoas que acumulam objetos em excesso | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
TELEVISÃO
Câmera Record mostra o cotidiano de pessoas que acumulam objetos em excesso
O programa vai ao ar às 23h15min, na tela da TV Cidade, afiliada da Record TV no Ceará. 
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 18 de junho de 2021
Câmera Record mostra o cotidiano de pessoas que acumulam objetos em excesso
Luiz Fara Monteiro apresenta o Câmera Record. Foto: Divulgação / Record TV

Neste domingo (20), o Câmera Record vai apresentar a vida dos chamados acumuladores. Eles não gostam de mostrar o rosto, muito menos revelar suas histórias, mas os repórteres os convenceram a falar. Com apresentação de Luiz Fara Monteiro, o programa vai ao ar às 23h15min, na tela da TV Cidade, afiliada da Record TV no Ceará.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O acumulador é aquele que junta objetos em excesso e tem grande dificuldade e angústia ao ter que se desfazer das coisas, o que é considerado um transtorno psiquiátrico, de acordo com especialistas. Não tem cura, precisa de acompanhamento médico para o resto da vida e muitas vezes está relacionado a traumas e outras doenças.

Uma das histórias mostradas é a de Marcos, que sofre com transtorno. Ele leva para casa tudo o que encontra na rua, sem distinção, um hábito que o acompanha desde menino. Em meio ao material coletado, tem kit de maquiagem, microfone quebrado e até peruca. Para ele, cada objeto tem seu valor. “Eu não estou nem aí para o que as pessoas pensam de mim, porque cada um pensa de uma forma. Minha casa está bagunçada? Está. Está suja? Está. Mas ninguém vai me dar dinheiro se eu pedir”, desabafa, ao ser perguntado se as pessoas o veem com preconceito em raz& atilde;o da montanha de lixo que mantém em casa.

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Do outro lado do mundo, no Japão, a acumulação também é considerada um transtorno sério, que atinge muita gente, mas a maioria não admite que precisa de tratamento. E dificilmente abre a porta de casa para falar do assunto, como vai mostrar a correspondente Silvia Kikuchi.


Deixe seu comentário