FUTEBOL

Conheça grandes nomes que vestiram a camisa 8 no futebol

No futebol moderno, Camisa 8 é o maestro que conduz o time ao ataque.

Compartilhe:
29 de janeiro de 2022
Assistente de Redação vídeo

No futebol, o número da camisa que cada jogador utiliza carrega um peso simbólico, uma história, uma mística, capaz de eternizar atletas que utilizaram essa numeração ao longo da careira. A Camisa 10, por exemplo, foi eternizada por Pelé, Maradona e Zico. A Camisa 7 ficou marcada nas costas de Garrincha e Cristiano Ronaldo, que, inclusive, carrega até hoje o codinome CR-7. Já a Camisa 9, típica do centroavante, tem como símbolo Ronaldo ‘Fenômeno’. A camisa 11, é “a cara” de Romário, grande nome do Tetra da seleção brasileira. Das numerações clássicas do futebol, de 1 a 11, há uma, em especial, que se reinventou de uns anos para cá: a Camisa 8, que se tornou símbolo do jogador moderno, que ajuda na defesa, mas que também chega bem no ataque. O Camisa 8, do futebol dos dias de hoje, é o maestro do time.

Conheça grandes nomes que vestiram a camisa 8 no futebol
Sócrates foi o Camisa 8 da inesquecível seleção brasileira da Copa de 82. Foto: Fifa/Divulgação

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Nessa reportagem, o GCMAIS relembra os nomes marcantes que vestiram a Camisa 8 do futebol, brasileiro e mundial. Confira:

Gérson

Gérson foi o Camisa 8 da seleção tricampeã do mundo na Copa de 1970. Foto: Divulgação/CBF

A inesquecível seleção brasileira do tricampeonato na Copa de 70 era famosa por contar com quatro Camisas 10 em sua formação titular: Pelé, Rivellino, Jairzinho e Tostão. Na prática, camisa 10 era vestida por Pelé. O célebre quarteto era regido pelo Camisa 8 do Brasil: Gérson, meio-campista que marcou época no São Paulo e Fluminense. O “canhota”, como era conhecido, dava o toque de qualidade no meio-campo, com passes refinados e lançamentos precisos.

Sócrates

Sócrates foi o líder da seleção da Copa de 82. Foto: Fifa/Divulgação

Considerada a melhor seleção de todos os tempos que não venceu uma Copa, o time do Brasil de 1982 era liderado em campo (e fora dele) por um dos grandes nomes da história do futebol brasileiro: Sócrates. Mesmo sem ser campeã, a seleção de 82 encantou o mundo com o seu “futebol-arte”, de jogadas bem trabalhadas e gols memoráveis, como o marcado pelo próprio Sócrates, ícone da Democracia Corintiana, nas oitavas de final, contra a Argentina. Além de Sócrates, a equipe do técnico Telê Santana tinha ainda como destaque Zico (o Camisa 10) e Júnior (o Camisa 6).

Kaká

Camisa vestiu a Camisa 8 da seleção em Copas do Mundo. Foto: Reprodução

Em seu auge no futebol, Kaká foi o maestro do time do Milan, da Itália, que foi campeão europeu e mundial em 2007. Com um estilo classudo em campo, marcado também por arrancadas e finalizações precisas, Kaká foi eleito o melhor do jogador do mundo naquela temporada. Disputou três Copas do Mundo: 2002, 2006 e 2010. Com apenas 20 anos, fez parte do elenco que foi Penta, em 2002. Apesar de ter vestido as camisas 10 e a 22, o número que usou por mais tempo foi a Camisa 8, em passagens pelo Milan, Real Madrid, São Paulo e na seleção brasileira.

Iniesta

Iniesta marcou época no Barça com a camisa 8. Foto: Barcelona/Divulgação

Na Copa de 2010, o espanhol Andrés Iniesta foi o mastro de uma seleção que encantou o mundo, com estilo de toque de bola envolvente. Foi dele o gol, na prorrogação, que coroou a vitória de 1 a 0 da Espanha sobre a Holanda. Foi a consagração na carreira de Iniesta, que já vinha fazendo história no Barcelona com a Camisa 8. Ao lado de nomes como Messi, Xavi e Daniel Alves, Iniesta fez parte da melhor geração de todos os tempos do Barça, que viveu tempos de hegemonia na Espanha, na Europa e no Mundo por uma década, entre 2005 e 2015.

Kroos

Há vários anos, o campeão do mundo Toni Kroos veste a camisa 8 do Real. Foto: Real Madrid/Divulgação

Herdeiro da Camisa 8 de Kaká no Real Madrid, o alemão Toni Kross ainda hoje é um dos símbolos do meio-campista moderno, que dita o ritmo do time da defesa ao ataque. Um papel que começou a desempenhar com maestria no Bayern de Munique e consolidou nos últimos anos atuando pelo Real. Missão que também executa em grande estilo na seleção alemã, campeã da Copa de 2014. Ele foi um dos carrascos no histórico 7 a 1 sofrido pela brasileira, marcando um dos gols da Alemanha naquela partida, no Mineirão.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Camisa 8 no Grupo Cidade

É fazendo a junção de uma numeração de camisa que, no futebol de hoje, representa o jogador moderno, o maestro do time, com o número que o telespectador sintoniza para acompanhar a programação da TV Cidade Fortaleza, que o Grupo Cidade de Comunicação decidiu batizar a sua plataforma de esportes, que será lançada nos próximos dias, com o nome de Camisa 8. Um projeto de cobertura esportiva multiplataforma: no rádio, na TV e na internet.

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.