Arena Castelão passa por inspeção da Conmebol antes de sediar jogos da Sul-Americana e da Libertadores | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
DE OLHO NO GRAMADO
Arena Castelão passa por inspeção da Conmebol antes de sediar jogos da Sul-Americana e da Libertadores
Estádio será palco, entre o fim de junho e início de julho, de jogos de competições internacionais
BRUNO BALACÓ
Postado em 14 de junho de 2022
Arena Castelão passa por inspeção da Conmebol antes de sediar jogos da Sul-Americana e da Libertadores
Gramado por inspeção e avaliação sobre a situação de manutenção. Foto: Governo do Estado.

Com a proximidade dos confrontos de oitavas de final da Libertadores e da Copa Sul-Americana, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) enviou um representante para inspecionar, in loco, a situação do gramado da Arena Castelão para receber as partidas. A visita ocorreu na última segunda-feira (13), com a presença de profissionais ligados às secretarias do Governo do Estado (Sejuv e SOP) e dos clubes (Ceará e Fortaleza), que discutiram os ajustes no plano de trabalho do gramado até o jogo entre Fortaleza e Estudiantes, marcado para o próximo dia 29 de junho, pelas oitavas da Libertadores. Uma semana depois, no dia 6 de julho, o estádio receberá o jogo entre Ceará e The Strongest-BOL, duelo de volta por uma vaga nas quartas de final da Sul-Americana.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

A Conmebol foi representada na visita de inspeção ao Castelão pelo engenheiro agrônomo Thiago Rodrigues, técnico de uma empresa licenciada pela entidade, vistoriando não só o gramado, como as condições gerais de estrutura da Arena para receber as partidas das competições internacionais. “A gente veio para ver a situação do gramado, buscar informações sobre as condições do gramado e fazer recomendações técnicas juntamente à equipe de manutenção da Arena Castelão. E alinhar os manejos para que no dia do jogo (dia 29), o gramado esteja em perfeitas condições. É o que a Conmebol busca em todos os estádios e gramados nos quais os times atuam”, afirmou Rodrigues.

Siga o Camisa 8 no Instagram 

O gramado mereceu atenção especial, em virtude do seu estado desgastado, por chuvas e maratona de jogos. Só neste ano o Castelão recebeu 40 partidas, até o momento. A título de comparação, o segundo estádio brasileiro com mais jogos é o Mineirão, em Belo Horizonte-MG, com apenas 23 partidas, seguido do Maracanã, com 22. “Já recebemos outras visitas da Conmebol que antecedem os jogos realizados por eles. Isso mostra o cuidado e o zelo com os estádios e com os jogos dos quais a instituição é detentora”, disse o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro.

Leia também | Clubes pedem e Governo decide não fechar a Arena Castelão para reforma do gramado

Conforme o agrônomo responsável pela Arena Castelão, Lucas Pedrosa, o trabalho do gramado não para. Com a visita do técnico da Conmebol, a equipe aguarda o relatório para alinhar as ações solicitadas no projeto de plano de manutenção e realizar melhorias nas áreas danificadas. “O nosso plano de manutenção continua, a gente repassa nosso plano para a Conmebol para que eles coloquem dentro do relatório e não para. Já estamos fazendo o trabalho e hoje mesmo vai ter a adubação do campo. Vamos alinhar o nosso cronograma com o deles”, afirmou Pedrosa.

Ceará e Fortaleza se comprometeram a auxiliar na manutenção do gramado

Ceará e Fortaleza enviaram representantes para a inspeção. Foto: Governo do Estado

Representantes de Ceará e Fortaleza, que acompanharam a visita de inspeção, se comprometeram a colaborar com soluções e alternativas para garantir qualidade ao gramado do Castelão para os jogos de Libertadores e Sul-Americana. “Mais uma vez, nos colocamos à disposição no que precisar. E, no que depender do Ceará, com maquinário, pessoal e staff que temos na manutenção dos nossos campos, estamos à disposição para ajudar, tentar não parar o equipamento e conseguir jogar até o fim da temporada”, afirmou Afonso Lobo, diretor de Patrimônio do Ceará.

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

“O Fortaleza veio aqui, junto com o Ceará, para encontrar uma solução, mesmo que seja paliativa, para conseguir manter um nível de gramado satisfatório para o restante da competição. A gente sabe que, no fim do ano, há um projeto do Governo do Estado para que seja feita a mudança por completo do gramado do estádio e estamos aqui para nos colocar à disposição para ajudar no que for necessário e buscar uma alternativa”, disse o gerente de futebol do Fortaleza, Daniel de Paula Pessoa.

 

Deixe seu comentário