Diretoria da Mulher do Paysandu inicia distribuição de absorventes e remédios para torcedoras em jogos do clube | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
POBREZA MENSTRUAL
Diretoria da Mulher do Paysandu inicia distribuição de absorventes e remédios para torcedoras em jogos do clube
Iniciativa foi lançada durante o jogo entre Paysandu e Botafogo-PB nesta segunda-feira, no estádio da Curuzu
BRUNO BALACÓ
Postado em 11 de outubro de 2021
Diretoria da Mulher do Paysandu inicia distribuição de absorventes e remédios para torcedoras em jogos do clube
Projeto começou a ser colocado em prática nesta segunda-feira (11), beneficiando torcedoras que foram ao jogo do clube. Foto: John Wesley/Paysandu

A Diretoria da Mulher do Paysandu, clube da Pará, iniciou nesta segunda-feira (11) uma ação de distribuição de absorventes e remédios para as torcedores nos banheiros femininos em jogos da equipe.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O ponto de partida da iniciativa ocorreu na partida desta noite entre o clube e o Botafogo-PB, no estádio da Curuzu, em Belém, válida pelo quadrangular da Série C do Campeonato Brasileiro.

“Pegue um asborvente, se precisar, e deixeum, se puder. Todas juntas contra a pobreza menstrual”, diz a mensagem postada pela Diretoria da Mulher do Paysandu Sport Club.

Peça divulgada pelo Paysandu. Foto: Divulgação

O projeto é amparado também pelo Governo do Pará, que deu início à distribuição gratuita de absorvente menstrual para mulheres em situação de vulnerabilidade e estudantes da rede pública, logo após o presidente Jair Bolsonaro vetar a distribuição gratuita de absorventes femininos para estudantes de baixa renda de escolas públicas e para mulheres em situação de vulnerabilidade extrema.

Leia também: Presidente do Senado prevê queda de veto de Bolsonaro à distribuição gratuita de absorventes

“Estado tem compromisso em reduzir o desequilíbrio social e é nosso papel garantir a distribuição gratuita destes produtos”, declarou Helder Barbalho, governador do Pará.

Distribuição de absorventes no Ceará

No Ceará, está em vigor, desde o dia 27 de julho, a lei que autoriza a aquisição e distribuição de absorventes íntimos higiênicos a estudantes da rede pública estadual e das universidades estaduais, sancionada pelo governador Camilo Santana. A iniciativa tem como propósito combater o impacto da pobreza menstrual no acesso escolar.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Em Fortaleza, após veto de Bolsonaro na semana passada, o prefeito José Sarto anunciou que Prefeitura contará com um programa de distribuição de absorventes. 


Deixe seu comentário