Economia

Brasileiro gasta quase 20% mensal do salário mínimo em transporte coletivo

Brasil está entre as primeiras 50 nações, na qual cada cidadão brasileiro paga em média R$ 200 por mês para andar de ônibus e metrô

Compartilhe:
4 de outubro de 2020
glaydson
Brasileiro gasta quase 20% mensal do salário mínimo em transporte coletivo
Foto: Divulgação/ Sindiônibus

Um estudo feito pela Numbeo (Banco de dados global de preços) no início do segundo semestre de 2020 revelou um ranking com os 100 países que possuem o passe mensal do transporte público mais caro do mundo. Divulgada pela plataforma de descontos Cuponation, a lista aponta que o Brasil está entre as primeiras 50 nações, na qual cada cidadão brasileiro paga em média R$ 200 por mês para andar de ônibus e metrô.

Ao comparar este dado com o salário mínimo atual de R$ 1.045 oferecido para a população do nosso país, o Cuponation constatou que o brasileiro gasta por volta de 19,13% de sua remuneração mensal com os veículos públicos. 

Conforme a pesquisa do PNAD-Contínua do IBGE, há exatamente um ano já havia cerca de 27,3 milhões de brasileiros que recebiam no máximo um salário mínimo – o que representa um terço dos trabalhadores do país.

Em Fortaleza existe o Bilhete Único, que é o atual modelo de integração utilizado no transporte coletivo. Com ele, é possível pegar quantos ônibus quiser, no período de duas horas, em qualquer sentido, pagando apenas uma passagem ou meia passagem, no caso dos estudantes.

Vendo que o Bilhete Único deu certo em Fortaleza, o Governo do Estado do Ceará implantou o Bilhete Único Metropolitano.

O Bilhete Único Metropolitano da Região Metropolitana de Fortaleza contempla apenas 15 dos 19 municípios, são eles: Aquiraz, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Eusébio, Fortaleza, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama e São Gonçalo do amarante.

O Bilhete Único Metropolitano da Região Metropolitana do Cariri contempla apenas 4 dos 9 municípios, são eles: Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte e Missão Velha.