Notícias

Vacinação é questão de saúde, declara Bolsonaro

Ministério da Saúde assinou protocolos de interesse para compra de doses

Compartilhe:
26 de outubro de 2020
Ninho Digital
Vacinação é questão de saúde, declara Bolsonaro
(Foto: Alan Santos / PR)

O presidente Jair Bolsonaro criticou a judicialização sobre a obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19. Recentemente, o assunto foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), após o presidente afirmar que o Brasil não vai comprar a CoronaVac, desenvolvida pela China em parceria com o Instituto Butantan.

“Temos uma jornada pela frente onde parece que foi judicializada essa questão. E eu entendo que isso não é uma questão de Justiça, isso é questão de saúde acima de tudo, não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar vacina”, disse a apoiadores.

Enquanto o presidente nega o interesse, o Ministério da Saúde assinou um protocolo para adquirir 46 milhões de doses da vacina. A pasta já havia assinado outro acordo com a AstraZeneca/Oxford, para compra de 100 milhões de doses.

Ainda aos apoiadores, o presidente falou sobre atualização da Universidade de Oxford, que comprovou uma resposta imune tanto em jovens quanto em idosos. “O que a gente tem que fazer aqui é não querer correr, não querer atropelar, não querer comprar dessa ou daquela sem nenhuma comprovação ainda”, disse.