Notícias

Doenças do coração são as principais causas de óbitos no Brasil

A cada 90 segundos uma pessoa morre no Brasil em decorrência de doenças cardíacas

Compartilhe:
27 de outubro de 2020
Teste
Doenças do coração são as principais causas de óbitos no Brasil
Foto: Divulgação

As doenças cardiovasculares, ou seja, aquelas ligadas ao coração, são as principais causas de óbitos anualmente no Brasil. Até o dia 31 de agosto deste ano, 270 mil brasileiros já haviam perdido a vida devido a doenças cardiovasculares no país, segundo dados do Cardiômetro da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Ainda conforme a SBC, isso representa um óbito a cada 90 segundos.

O desenvolvimento dessas doenças está associado a diversos fatores de risco, tais como: obesidade, aumento do colesterol, pressão alta, diabetes e tabagismo, que podem ser controlados com alimentação saudável e prática de atividades físicas.

A hereditariedade pode determinar um colesterol alto mesmo em pessoas que tenham hábitos saudáveis, por isso, além da prática de atividade física e da alimentação equilibrada é importante verificar regularmente as taxas de gordura no sangue e, se necessário, utilizar medicamentos sob prescrição e acompanhamento médico.

Segundo o cardiologista Múcio Tavares Jr., Chefe da Unidade do Instituto do Coração da USP, disse que não é um mito a história que que pessoas mais jovens não sofrem de problemas cardíacos. “Quando existe a presença de fatores de risco, como histórico familiar, é recomendável que os homens façam a primeira visita ao cardiologista aos 30 anos, enquanto as mulheres devem fazer isso aos 40. Na ausência deles, a consulta inicial pode ser aos 45 anos para os homens e aos 50 para as mulheres”.

A melhor maneira para controlar as doenças do coração é adotar um estilo de vida saudável, evitando o estresse e seguindo adequadamente o tratamento indicado pelo médico. 

Sintomas

A maior parte das doenças do coração não surge de forma repentina, ela se desenvolve ao longo do tempo, e muitas vezes, sem apresentar sintomas importantes. Em geral, as doenças são percebidas em exames de rotina, como o eletrocardiograma (ECG) ou o teste de esforço.

Quando os sintomas são identificados, normalmente é um indicativo de que a doença já se agravou, sendo necessário tratá-la com urgência. Alguns dos principais sintomas são:

Conforme Múcio, a consulta ao cardiologista é recomendada independentemente da idade quando existem sintomas como cansaço ou falta de ar durante atividades leves ou mesmo em repouso; falta de ar ao acordar ou necessidade de dormir com a cabeça elevada; inchaço nos pés, tornozelos e pernas; batimentos cardíacos acelerados ou fora de ritmo; palpitações; pele pálida ou azulada; dores do peito (especialmente depois de crises de estresse ou esforço físico); desmaios aparentemente sem explicação; dor de cabeça sem a presença de sinusite, problemas oftalmológicos ou doenças neurológicas.

Tratamento

O tratamento para as doenças cardíacas depende do tipo de enfermidade e gravidade do problema. Em geral, os cardiologistas indicam medicamentos específicos e acompanhamento periódico.

Para os casos mais graves, com grande comprometimento no funcionamento do órgão, pode ser indicada uma cirurgia ou até mesmo um transplante.