Notícias

“Quero estar no executivo para executar as políticas públicas”, diz Heitor Férrer

Heitor Férrer pretende zerar as filas de consultas ginecológicas e de cirurgias de catarata

Compartilhe:
4 de novembro de 2020
glaydson
“Quero estar no executivo para executar as políticas públicas”, diz Heitor Férrer
Foto: Lucas Memória/ GC+

Dando continuidade às entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza, a jornalista Bianca Saraiva recebeu nos estúdios do Jornal da Cidade, o candidato Heitor Férrer, do Solidariedade.

Há décadas no poder legislativo, Heitor Férrer explica porque agora quer ir para o poder executivo. “Quero estar no executivo para executar as políticas públicas que a gente tanto reclama, tanto exige e os governos não executam. Quero levar o melhor bem estar para a sociedade”, disse o candidato.

Na área da saúde, Heitor Férrer pretende zerar as filas de consultas ginecológicas e de cirurgias de catarata, ele explicou como fará isso caso seja eleito o novo prefeito da capital cearense. “Zerar filas são coisas facílimas de se resolver, temos 115 postos de saúde, a prevenção do câncer de mama é uma demora terrível. Cada posto de saúde terá um ginecologista. No primeiro ano já pode fazer o programa meu ginecologista, porque tem os profissionais que já existem, se não tem faz através de cooperativas. Já o programa volte a enxerga, a mesma coisa, fazer convênios com clínicas de oftalmologia na capital a preço do SUS”, disse Heitor Férrer.

Na área da habitação, o candidato do Solidariedade falou sobre o valor gasto pela atual gestão em urbanismo na área nobre da capital e o pouco valor investido em moradia popular. “Fortaleza tem cerca de 800 mil pessoas vivendo em aglomerados urbanos em condições subumanas. A atual gestão gastou em urbanismo mais de R$ 2,4 bilhões na área nobre, em moradia popular gastou apenas R$ 87 milhões. Ao invés de fazer conjuntos habitacionais, você vai onde o cidadão mora, a casa dele estar lá, o terreno já existe e você faz então, pré-moldados e constrói a casa rapidamente através dessa tecnologia”, afirmou Heitor Férrer.

Já na área da educação o candidato do Solidariedade falou que pretende consolidar o ensino técnico para forma cidadãos. “Vamos formar pessoas em especialidades, bombeiros hidráulico, eletricista, dando a ele uma profissão, o que eu quero é formar o cidadão para ele ter um ofício preparado pela prefeitura de Fortaleza. Quero também aumentar as creches e colocar em tempo integral”, disse Heitor Férrer.

O postulante ao paço municipal de Fortaleza também falou sobre suas propostas para o Centro da cidade e as feiras livres. “As feiras existe um clamor a muito tempo. O padrão é o mesmo, sem saneamento, sem banheiros, feiras em condições sanitárias terríveis. Criou-se o aspecto cultural na nossa cidade dessas feiras. Você não pode acabar com as feiras, até porque elas são um meio de vida. Temos que sanear essas feiras, temos que dar uma condição mínima de saneamento e de banheiros”, finalizou o candidato do Solidariedade.

Confira a entrevista do Jornal da Cidade, da TV Cidade:

Veja +:

Paula Colares pretende construir 5 novos hospitais em Fortaleza

 “Quero debater com o Sarto e não com o governador e o prefeito”, diz Capitão Wagner

“A saúde da capital não vai bem, fizemos menos do que poderíamos fazer”, diz Sarto

“Claro que faz falta o apoio do governador”, diz Luizianne Lins

“Fortaleza investe 25% em educação, queremos elevar para 30%”, afirma Anízio

“Eu nunca fui o candidato do Bolsonaro”, diz Heitor Freire

“Sou a favor da prisão dos candidatos que estão fazendo aglomeração”, diz Célio Studart

Renato Roseno garante relação institucional com Bolsonaro, caso eleito