Fortaleza

Lagoa da Messejana será revitalizada

Obra terá duração de sete meses

Compartilhe:
6 de novembro de 2020
glaydson
Lagoa da Messejana será revitalizada
Foto: Reprodução

O prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio autorizou o início das obras de requalificação da Lagoa de Messejana, que passará por completa transformação.

“A revitalização da Lagoa de Messejana prevê a recuperação do calçadão, do piso, da iluminação e do paisagismo de todo o entorno. Está previsto também a reforma e construção de novos quiosques e de área de lazer em um dos locais mais bonitos e privilegiados de Fortaleza. Não tenho dúvida que, com a entrega, este calçadão será bem ocupado por moradores e ciclistas. Também haverá o estímulo à microeconomia deste pedaço de Fortaleza”, afirmou Roberto Cláudio.

O projeto prevê uma série de melhorias no entorno da Lagoa, que terá cerca de 36 mil m² de área urbanizada, oferecendo mais opções de entretenimento e integração, com a instalação de equipamentos como Academia ao Ar Livre e parque infantil, além da restauração dos campos já existentes no local.

A Lagoa passará a contar ainda com um novo píer para contemplação e pesca, além de um anfiteatro, uma novidade no espaço. Como forma de ampliar a infraestrutura e fomentar a economia local, serão restaurados três quiosques já existentes e dois novos quiosques serão construídos, totalizando cinco espaços destinados a vendas de lanches e bebidas.

Segundo Manuela Nogueira, secretária da Infraestrutura, a revitalização da Lagoa de Messejana faz parte de uma série de investimentos do tipo em Fortaleza. “Já entregamos a Lagoa da Parangaba, estamos com obras em andamento nas lagoas do Passaré, Viúva, Mondubim, Urubu e Papicu. Este é mais um equipamento de urbanismo, de preservação de leitos de lagoas, além de ser uma área extremamente utilizada pela população”, completou.

A Lagoa de Messejana faz parte da bacia do Rio Cocó e é considerada a segunda maior de Fortaleza, ficando atrás apenas da Lagoa da Parangaba. Ela abriga a estátua da índia Iracema, monumento que possui 12 metros de altura e pesa 16 toneladas. Orçadas em cerca de R$ 4 milhões, as obras da requalificação da lagoa terão duração de sete meses.