Notícias

Policiais cearenses são afastados por suspeita de crime eleitoral

Trio foi encontrado com material de campanha e dinheiro

Compartilhe:
10 de novembro de 2020
Ninho Digital
Policiais cearenses são afastados por suspeita de crime eleitoral
Crimes eleitorais são acompanhados pelas forças de segurança

Dois policiais militares e um policial civil são investigados pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD), por suspeita de crimes eleitorais em Mombaça, Acopiara e Iguatu. Além da investigação, o órgão determinou o afastamento preventivo dos agentes públicos.

Em nota, a CGD explicou que eles foram encontrados com material que era utilizado na ação, como: dinheiro em espécie, material de campanha, dentre outros. A investigação aponta que os policiais “agiam em parceria com os candidatos da região com o objetivo de captação ilícita de votos”.

Ainda segundo o órgão, o caso foi encaminhado “à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público Eleitoral (MPE), a quem cumpre eventuais determinações de instauração de inquérito policial ou outras providências”.

Casos recentes

Durante a última semana do primeiro turno nas eleições municipais, a Polícia Militar conduziu um homem na segunda-feira (9), que promovia desordem aos trabalhos eleitorais, ao tentar impedir que funcionários do DERT mudassem as cores de uma praça em Barbalha, no Cariri, pintada nas cores de um partido político.

Durante a busca no veículo foram apreendidos santinhos, dinheiro em espécie, um celular e documentos com indícios de crime de corrupção eleitoral. O homem foi liberado após prestar esclarecimentos.