Notícias

Eleições 2020: Candidatos à Prefeitura de Fortaleza assinam compromisso com população de rua

Evento aconteceu no prédio da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ)

Compartilhe:
20 de novembro de 2020
glaydson
Eleições 2020: Candidatos à Prefeitura de Fortaleza assinam compromisso com população de rua
Foto: Divulgação/ MPCE

Na manhã desta sexta-feira (20), o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), o Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR-CE) e o Fórum da Rua de Fortaleza/CE realizaram um encontro com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza que disputam o 2º turno para a assinatura de documento de comprometimento com a causa das pessoas em situação e superação de rua. O evento aconteceu no prédio da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), com a presença dos candidatos a vice, representando os respectivos candidatos a prefeito.  

Participaram do evento a procuradora-geral de Justiça do Estado do Ceará em exercício, Ângela Gondim; a promotora de Justiça titular da 9ª Promotoria de Justiça, Giovana de Melo Araújo; o candidato a vice-prefeito de Fortaleza, Élcio Batista, representando o candidato Sarto do Partido PDT; a candidata à vice-prefeita de Fortaleza, Kamila Cardoso, representando o candidato Capitão Wagner do Partido PROS; e Antônio Arlindo Ferreira, representando a população em situação e superação de rua. 

Segundo a promotora Giovana Melo, o compromisso firmado pelos candidatos tem como intuito aprimorar as políticas públicas já executadas, sendo necessário realizar novo censo para quantificar e qualificar essa população, considerando que o último levantamento foi feito em Fortaleza, no ano de 2014, estimando 1.718 pessoas em situação de rua. “A gente precisa saber qual é o número real e por que essas pessoas estão chegando às ruas e, principalmente, quando a gente for pensar em realizar políticas públicas, encarar essas pessoas como sujeitos de direito e não obstáculos a serem transpostos”, frisa. 

A candidata Kamila Cardoso salientou que este é muito mais um compromisso social do que um compromisso político, por isso a importância de ouvir o movimento. “Para trabalhar é preciso ouvir vocês. Não tem como fazer uma gestão de gabinete se vocês não estiverem dentro dele e dizendo quais são os anseios de vocês, o que é que dificulta, de que forma o Poder Público vai poder ajudar vocês. Venho aqui me comprometer para ser esse ouvido”, afirma. 

Já o candidato Élcio Batista enfatizou que o diagnóstico do perfil da população em situação de rua deve ser prioridade do prefeito eleito. “Toda essa questão da crise econômica e da pandemia da covid-19 vai agravar as nossas desigualdades e vai agravar a situação das pessoas mais vulneráveis, portanto o olhar do próximo prefeito precisa ser um olhar direcionado para a redução das desigualdades e para as pessoas mais vulneráveis”, complementa.