Brasil

Homem negro é espancado até a morte em supermercado

Fato aconteceu no Rio Grande do Sul e gerou grande repercussão nas redes sociais

Compartilhe:
20 de novembro de 2020
Teste
Homem negro é espancado até a morte em supermercado
Foto: Reprodução internet

Na véspera do Dia da Consciência Negra (comemorado nesta sexta, 20), um homem negro de 40 anos foi morto após ser agredido em uma unidade do supermercado Carrefour. O fato ocorreu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. As imagens da agressão geraram grande repercussão nas redes sociais.

Os dois suspeitos, um de 24 anos e outro de 30 anos, foram presos em flagrante. Um deles é policial militar e foi levado para um presídio militar. O outro é segurança do supermercado e está detido em uma unidade da Polícia Civil.

Segundo informações, a vítima, identificada como João Alberto Silveira Freitas, teria discutido com a caixa do estabelecimento e ameaçado agredi-la. Ele acabou conduzido pelo segurança da loja até o estacionamento, no andar inferior. Um cliente, policial militar, acompanhou o deslocamento, que terminou no espancamento de João.

O Carrefour informou, em nota, que lamenta profundamente o caso e que iniciou rigorosa apuração interna e tomou providências para que os responsáveis sejam punidos legalmente. A rede chamou o ato de criminoso e anunciou o rompimento do contrato com a empresa terceirizada que responde pelos funcionários agressores.

Também em nota, a Brigada Militar informou que o PM envolvido na agressão é “temporário” e estava fora do horário de trabalho.

Ainda não se sabe qual foi a causa da morte, mas uma análise preliminar da perícia indica que pode ter sido asfixia.
O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Porto Alegre.
Os dois homens foram autuados em flagrante por homicídio qualificado. A polícia não informou o nome da empresa de segurança que eles trabalhavam nem o nome dos suspeitos.