Ceará

Serviço de coleta de lixo é paralisado em Juazeiro do Norte por falta de pagamento

Empresa garantiu que os salários estão pagos e convocou os funcionários a voltarem ao trabalho

Compartilhe:
20 de novembro de 2020
Teste
Serviço de coleta de lixo é paralisado em Juazeiro do Norte por falta de pagamento
Foto: Hugo Delion

Sem receber salário de outubro, trabalhadores de limpeza pública de Juazeiro do Norte paralisaram atividades nesta semana. Os servidores, terceirizados contratados pela empresa MXM, paralisaram atividades em virtude de não terem ainda recebido o salário de outubro. São cerca de 330 trabalhadores que interromperam as atividades.

Por conta disso, o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública, Asseio e Conservação (Seeaconce) conseguiu na Justiça determinação de bloqueio do valor de R$ 1.587.785,76, do valor pago pela Prefeitura de Juazeiro do Norte a empresa MXM, pelo contrato de serviços. O valor deve ser depositado em juízo, referente ao pagamento do FGTS em atraso dos trabalhadores. 

A Ação Civil Coletiva movida pelo Seeaconce, foi acatada pelo juiz do trabalho Fabrício Augusto Bezerra.

“Esse tipo de situação é inaceitável. É preciso o pagamento o quanto antes, e o fim dessa postura de desrespeito aos trabalhadores da limpeza pública”, disse o Presidente do Seeaconce, Josenias Gomes.

Em nota, a Secretaria do Meio Ambiente e Serviçoes Públicos de Juazeiro do Norte disse que já repassou o recurso para o pagamento dos trabalhadores à empresa MXM, responsável pela limpeza da cidade, e pediu que fosse feito o mais rápido possível. Já a MXM garantiu que os salários estão pagos e convocou os funcionários a voltarem ao trabalho.

Assista ao vídeo do Ceará no Ar: