Notícias

Canindé: Vereador eleito ignora pandemia e promove “festa da vitória” com aglomeração

Centenas de pessoas sem nenhuma proteção, acompanharam shows promovidos por político. Ministério Público acompanha o caso

Compartilhe:
25 de novembro de 2020
Ninho Digital
Canindé: Vereador eleito ignora pandemia e promove “festa da vitória” com aglomeração
Desrespeito ao decreto estadual será investigado pelo Ministério Público

Festa com três bandas de forró, bebida alcoólica e muita gente. Sem máscara ou distanciamento. O evento em questão aconteceu em Canindé, Sertão Central, na última terça-feira (24), quando o país atingiu a marca de 170 mil mortos pela Covid-19.

O motivo da festa foi a vitória de Manoel Deodato (Solidariedade), eleito vereador com 1.509 mil votos. O Grupo Cidade de Comunicação apurou que ele planejou a comemoração e distribuiu, no município, pulseiras de acesso ao local da festa.

Leia mais | Covid-19: Camilo diz que trabalha para adquirir vacina contra o Coronavírus

Camilo Santana diz que vídeo sobre lockdown é antigo

O vereador eleito, por sua vez, argumenta que foram somente algumas pessoas, todas com máscara. No local, segundo Manoel Deodato, todos estavam de máscara. As imagens contradizem a versão, mostrando uma grande quantidade de pessoas em um espaço pequeno e sem nenhuma proteção.

O Ministério Público do Ceará afirmou que vai investigar o caso. Conforme o Integrasus, Canindé já registrou 2.074 casos da doença.

Em nota, a Polícia Civil informou que apura as circunstâncias do evento. “A PCCE tomou conhecimento do caso através de imagens que estão circulando em redes sociais e mostram pessoas descumprindo o decreto estadual de isolamento social em razão da Covid-19”, diz a nota.

Decreto proíbe eventos

O decreto do Governo do Ceará proíbe a realização de eventos festivos com mais de 100 pessoas. A decisão foi tomada em reunião virtual do comitê que delibera sobre as ações relativas à pandemia do coronavírus, constituído por representantes dos três Poderes e Ministério Público estadual e federal.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o telefone (85) 3343-6813, da Delegacia Regional de Canindé. O sigilo e o anonimato são garantidos.