Ceará

Mais de duas mil mulheres são agredidas no Ceará, mas não denunciam

Hoje é celebrado o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher

Compartilhe:
25 de novembro de 2020
Antonio A. F. dos Santos
Mais de duas mil mulheres são agredidas no Ceará, mas não denunciam
Mais de duas mil mulheres são agredidas no Ceará, mas não denunciam (Foto: Leandro Silva/TV Cidade)

A violência contra a mulher está nas mais diversas faixas sociais. Não escolhe cor, aparência física ou idade. Ser mulher é lidar constantemente com a sensação dolorosa de ter menos força, de estar vulnerável ao andar em uma rua menos movimentada ou mesmo dentro de casa.

O anuário da segurança pública deste ano trouxe mais de duas mil mulheres agredidas no Ceará. Outras 778 foram estupradas. O mais curioso é que mesmo com números tão significativos de vítimas o 190 não recebeu nenhuma denúncia.

Veja também: Saúde bucal em dia pode prevenir câncer de mama em mulheres

Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher

O Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher celebra-se anualmente no 25 de novembro para denunciar a violência contra as mulheres no mundo todo e exigir políticas em todos os países para sua erradicação.

Veja vídeo