Notícias

Polícia apreende quase R$ 600 mil com correligionários de Naumi Amorim

Foram registradas duas ocorrências neste sábado (28), em Caucaia

Compartilhe:
28 de novembro de 2020
glaydson
Polícia apreende quase R$ 600 mil com correligionários de Naumi Amorim
Foto: Divulgação/ PF

A Polícia Federal (PF) informou na tarde deste sábado (28), que foram apreendidos quase R$ 600 mil com correligionários do prefeito de Caucaia e candidato à reeleição Naumi Amorim. 

De acordo com o delegado da PF, Alan Robson Alexandrino, a Polícia Civil fez a abordagem ao veículo no Parque Potira, em Caucaia. Três pessoas estavam dentro do carro, com dinheiro escondido nas roupas. O delegado informou que foram apreendidos também, material de campanha e celulares.

Depois da abordagem ao veículo, os policiais foram até uma residência também no Parque Potira e prenderam mais duas pessoas.

Os 5 abordados foram conduzidos à PF. Não foi constatada situação flagrancial, não havendo prisão. O procedimento de apuração do fato será encaminhado à Justiça Eleitoral.

O delegado também falou sobre uma outra prisão de um servidor da prefeitura de Caucaia. O homem foi abordado no mesmo bairro das outras prisões e com ele foi apreendido um notebook, R$ 3.100,00 e material de campanha.

Não foi constatada situação flagrancial, não havendo prisão. O procedimento de apuração do fato será encaminhado à Justiça Eleitoral.

A Polícia Federal, em atuação conjunta com os demais órgãos policiais, continuará atuando no combate aos crimes eleitorais, inclusive com uso de drones. Outro balanço de ocorrências policiais será fornecido às 18h de 29/11/2020, em coletiva na Superintendência da Polícia Federal.

De acordo com Emanuel Freitas, pesquisador e professor de Teoria Política da Universidade Estadual do Ceará (Uece), essa quantia que foi apreendida pode ser considerada como um indício de que um crime eleitoral seria cometido. Não foi no dias das eleições o que seria mais grave, porque poderia ser considerado explicitamente compra de votos, por tanto crime eleitoral. Como foi na véspera, tudo indica que poderia ser utilizado nisso, mas como foi apreendido de véspera, o que se pode compreender indício de que o crime viria a ser cometido, ou que o objetivo era vir a cometer este crime.   

A Campanha do candidato Naumi Amorim se pronunciou por nota, confira: 

“Informamos que a Coordenação de campanha aguarda o resultado dos procedimentos adotados pelas autoridades competentes e que mantém-se absolutamente tranquila e disposta a colaborar com as investigações”.

Leia também:  Irmão e secretários de Naumi Amorim são presos por suposto crime eleitoral