Economia

Brasileiros vão usar 13º para comprar presentes e investir, diz pesquisa.

Especialistas alertam para o risco de contrair dívidas além do orçamento.

Compartilhe:
30 de novembro de 2020
Assistente de Redação vídeo
Brasileiros vão usar 13º para comprar presentes e investir, diz pesquisa.
Imagem: Getty Images

32% dos trabalhadores brasileiros pretendem utilizar o 13º salário para comprar presentes de Natal, segundo estudo da CNDL (Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas) e do instituto Offer Wise Pesquisas.

De acordo com o levantamento, feito com 968 pessoas das 27 unidades da federação, 21% querem gastar nas comemorações de Natal e Ano Novo, 30% pretendem economizar o dinheiro a mais e 21% vão pagar as contas básicas da casa. 

“Mesmo em um momento atípico, como da pandemia, que acarretou desemprego e insegurança, boa parte dos brasileiros deverão priorizar as compras em dezembro, o que trará uma importante movimentação para a economia do país”, afirma o presidente da CNDL, José César da Costa.

O dirigente, no entanto, ressalta a importância de os consumidores tomarem cuidado contra o excesso de gastos e o risco de contraírem dívidas além do orçamento.

“O consumidor deve definir um teto de gastos, priorizar as lembrancinhas e fazer muita pesquisa para evitar endividamentos”, sugeriu, lembrando que janeiro costuma ter gastos extras fixos. “O orçamento do início do ano normalmente já é apertado por causa dos pagamentos de impostos como IPTU e IPVA.”