Economia

Auxílio emergencial beneficiou 1,6 milhão de lares cearenses

Proporção de domicílios que recebeu algum benefício relacionado à pandemia passou de 58,7% em setembro para 57,0% em outubro

Compartilhe:
1 de dezembro de 2020
Ninho Digital
Auxílio emergencial beneficiou 1,6 milhão de lares cearenses
Foto: Agência Brasil

O rendimento médio real domiciliar per capita efetivamente recebido, no Ceará, em outubro, foi de R$ 1.592, ou R$ 32 inferior ao mês de setembro, quando o rendimento foi estimado em R$ 1.624. Maranhão e Alagoas apresentaram os menores valores, R$ 1.334 e R$ 1.486, respectivamente. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (1) na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid-19.

A proporção de domicílios que recebeu algum auxílio relacionado à pandemia, no Ceará, passou de 58,7% em setembro para 57,0% em outubro. Em números absolutos, o dado corresponde a 1,6 milhão de domicílios, com valor médio do benefício em R$ 616,00 por residência.

Leia mais | Busca por exames para Coronavírus cresce 16,6% no Ceará

Norte e Nordeste foram novamente as regiões com os maiores percentuais de domicílios recebendo auxílio: 58,4% e 56,9%, respectivamente. Entre os auxílios estão o Auxílio Emergencial e a complementação do Governo pelo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.