Brasil

Quadrilha cerca Centro de Criciúma e faz reféns em assalto a banco

Em ação que aterrorizou o Estado e o País nas primeiras horas da madrugada, ao menos duas pessoas ficaram feridas

Compartilhe:
1 de dezembro de 2020
Antonio A. F. dos Santos
Quadrilha cerca Centro de Criciúma e faz reféns em assalto a banco
Quadrilha cerca Centro de Criciúma e faz reféns em assalto a banco (Foto: Reprodução/Twitter)

Os moradores de Criciúma, em Santa Catarina, viveram momentos de terror na madrugada desta terça-feira (1º) após uma quadrilha assaltar uma agência bancária. A ação, que durou 1 hora e 45 minutos, terminou em tiroteio entre criminosos e a Polícia Militar. Segundo informações da PM, um policial e um vigilante ficaram feridos. Ninguém morreu.  30 homens encapuzados participaram do assalto. Quatro bandidos foram presos e dois malotes de dinheiro foram recuperados pelos policiais. Os criminosos também deixaram 30 quilos de explosivos para trás.

Nas redes sociais, moradores relataram que o tiroteio começou por volta de meia-noite. Nos vídeos divulgados na internet é possível ver que os bandidos abordaram moradores que passavam pelas ruas e fizeram trabalhadores da prefeitura de reféns.

Os criminosos atearam fogo num túnel que liga Criciúma à cidade de Tubarão para impedir que batalhões do município vizinho pudessem ajudar os policiais militares.

10 carros usados no assalto foram apreendidos em um milharal de uma propriedade privada em Nova Veneza, a noroeste de Criciúma.

A prefeitura pediu ajuda a batalhões de municípios vizinhos e também para cidades do Rio Grande do Sul.

Na fuga, os bandidos jogaram malotes nas vias da cidade e mesmo com o tiroteio é possível ver que alguns moradores saíram às ruas para recolher o dinheiro. Ainda não há informação do valor total que foi levado pelos criminosos.

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) divulgou um vídeo e pediu que os moradores fiquem em casa enquanto a PM aguarda reforço de outras cidades da região.