POLÍCIA

Funcionária é presa suspeita de ser mandante da morte de comerciante em Maracanaú

Crime aconteceu na última segunda-feira (18)

Compartilhe:
22 de janeiro de 2021
Assistente de Redação vídeo

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu nessa quinta-feira (21), duas irmãs suspeitas de participação no homicídio de um comerciante de 65 anos.

Funcionária é presa suspeita de ser mandante da morte de comerciante em Maracanaú
Mais detalhes sobre a elucidação do crime serão anunciados em coletiva de imprensa.

Uma das mulheres era funcionária da vítima e arquitetou o crime tramando uma emboscada para parecer que o empresário fazia parte de um grupo criminoso.

De acordo com a Polícia Civil, ela teria cometido um furto de mais de R$ 60 mil de uma conta da vítima, que descobriu o desfalque. Para não ser presa, a secretária teria se comunicado com a irmã para que ela informasse à facção da área que o comerciante era de um grupo rival e fosse assassinado. 

O homem foi sequestrado pelos criminosos na manhã da última segunda-feira (18), em seu comércio, localizado no bairro Caça e Pesca, em Fortaleza, e levado no próprio carro até sua casa, no bairro Sapiranga. No local, as suspeitas subtraíram diversos bens do empresário, e levaram a vítima para ser executada em um matagal no bairro Siqueira 2, em Maracanaú, onde seu corpo foi localizado. O homem foi assassinado pelo grupo rival, que achou, de fato,  que o comerciante simpatizava com outra facção.

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.