INOVAÇÃO NO SERTÃO

Bombeiros resgatam e criam abelhas em Canindé

Os Bombeiros de Canindé montaram um equipamento para agilizar o resgate de abelhas pelo método de sucção.

Compartilhe:
11 de maio de 2021
Evelyn Ferreira

Em Canindé, município localizado no Sertão Central cearense, equipes da 6ª Companhia do 3° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará inovou o seu modo de atuar perante a ocorrências, envolvendo abelhas. Atualmente, esta é a única Companhia de Bombeiros Militar do Ceará a realizar o resgate e a criação de abelhas, em apiário próprio.

Bombeiros resgatam e criam abelhas em Canindé
Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros

Leia também | Centec oferece cursos técnicos e tecnológicos gratuitos no Ceará; saiba como se inscrever

Através de uma parceria firmada pelos Comandantes da 6° Cia, Tenente-Coronel Sousa Júnior e 1° Tenente Erasmo, com o Presidente da Ematerce, Dr. Amorim, foi realizado em 2020 um curso de apicultura em que os Bombeiros Militares passaram a não somente capturar as abelhas, mas também a criá-las, preservando a natureza e produzindo mel para consumo próprio da unidade.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O curso foi ministrado pelo Dr. Amorim, Presidente da Ematerce, pelo Sr. Chico Filho, Técnico em Apicultura da Ematerce, e pelo Sr. Estevão, Técnica em Apicultura e criador de abelhas. Ao todo, 30 profissionais de diversas entidades participaram do curso, sendo elas: Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal, ENEL e apicultores da região.

A criação transcorre normalmente, mas, o resgate é demorado. Pensando nisso, os Bombeiros de Canindé montaram um equipamento para agilizar o resgate de abelhas pelo método de sucção. O equipamento é simples, porém muito eficiente para as ocorrências de abelhas.

Leia também | Bombeiros encontram idosa desaparecida na mata há 4 dias em Reriutaba

Estes animais têm uma função importante na reprodução das plantas, realizando a polinização. No momento em que visitam as flores à procura de néctar e pólen, o mesmo gruda em seus pelos e, quando elas visitam novas flores, esse pólen acaba caindo na entrada do gineceu (órgão reprodutivo feminino da flor) e encontra o óvulo, promovendo a fecundação. Muitas espécies de plantas simplesmente não existiriam sem a presença das abelhas.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.