Ceará registra mais de 32 mil infrações à Lei Seca em 13 anos | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
TRÂNSITO
Ceará registra mais de 32 mil infrações à Lei Seca em 13 anos
No entanto, números do Detran-CE apontam que as infrações por dirigir sob efeito de álcool caíram 68% entre os anos de 2019 e 2020
IGOR SILVEIRA
Postado em 23 de junho de 2021
Ceará registra mais de 32 mil infrações à Lei Seca em 13 anos
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Lei Seca completou 13 anos em vigor neste mês de junho. Desde 2008, a condução de veículos após o consumo de bebida alcoólica passou a ser uma infração de trânsito. Ao longo do tempo, mudanças surgiram e, atualmente, a multa por dirigir depois de beber chega a quase R$ 3 mil.

Quem for flagrado dirigindo alcoolizado também pode cometer crime se o teor alcoólico encontrado for muito alto, igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar. A pena pode ser de seis meses a três anos de detenção e suspensão ou proibição de dirigir. Se o motorista causar morte ou lesão no trânsito, a pena varia de cinco a oito anos de reclusão.

Em entrevista à Rádio Jovem Pan News Fortaleza, o diretor de Trânsito do Detran Ceará, Júlio Cavalcanti, alertou para a relação de perigo entre álcool e direção. Ouça:

 

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

No ano de 2008, foram 1.086 infrações no estado. Um número bem diferente do analisado no ano de 2020, que contabilizou 344 casos de embriaguez ao volante. Júlio Cavalcanti destaca ainda que, apesar da melhoria trazida pela Lei Seca na diminuição da violência no trânsito, muitos condutores ainda se arriscam ao volante. Ele destaca que fiscalizações e campanhas educativas ajudam na conscientização das pessoas e redução de acidentes. Ouça:

 

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Números do Detran mostram que as infrações por dirigir sob efeito de álcool caíram 67,8% entre os anos de 2019 e 2020, sendo considerada a queda mais sentida da década. A redução chega a 94,4% quando comparada com o período entre os anos de 2010 e 2020.


Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do GC+. Se achar algo que viole os termos de uso clique aqui para reportar.

  • Eliane Ferreira do nascimento

    Eu estou precisando muito dessa sesta básica

  • Ângelo patrick de Oliveira Campos Galvão

    Comofazer esse cadostro

Deixe seu comentário