Investigação

Suspeitos de vender carne de cavalo a restaurantes são presos no RS

Operação foi realizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul

Compartilhe:
18 de novembro de 2021
Carlos Henrique

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) realizada na manhã desta quinta-feira (18) investigou um grupo suspeito de abater clandestinamente animais e vender a carne para restaurantes em Caxias do Sul, na Serra. Seis pessoas foram presas.

Suspeitos de vender carne de cavalo a restaurantes são presos no RS
Tiago Coutinho / Imprensa MPRS

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Além dos seis mandados de prisão preventiva, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão na cidade.

Através de apurações de conversas interceptadas com autorização judicial, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP confirmou que o grupo investigado abastecia estabelecimentos da cidade com grandes quantidades de carne, em forma de hambúrgueres e bifes, provenientes do abate clandestino de equinos.

Segundo o órgão, a suspeita foi confirmada por meio da realização de perícias em duas hamburguerias de Caxias do Sul, em cujos lanches foi encontrada presença de DNA de cavalo. Também eram misturadas carnes de peru e suíno.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.