Mais de R$ 320 bilhões do FGTS serão usados para realização de obras até 2025 | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
FGTS
Mais de R$ 320 bilhões do FGTS serão usados para realização de obras até 2025
Valor foi aprovado pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 22 de novembro de 2021
Mais de R$ 320 bilhões do FGTS serão usados para realização de obras até 2025
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O governo federal vai poder usar R$ 326 bilhões do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para a realização obras de habitação, saneamento e infraestrutura urbana até 2025. O valor foi aprovado pelo Conselho Curador do Fundo.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

De acordo com projeções do Ministério do Desenvolvimento Regional, que é quem faz a gestão da aplicação dos recursos, a verba autorizada deve viabilizar a construção de dois milhões e meio de unidades habitacionais do Programa Casa Verde e Amarela, além de beneficiar quase 56 milhões de brasileiros com obras de saneamento e infraestrutura urbana.

Também há a expectativa de manutenção e geração de mais de 7 milhões de empregos por todo o Brasil.

Apenas para 2022, o orçamento operacional aprovado é de R$ 75,4 bilhões para a contratação de obras e de mais R$ 8,5 bilhões em subsídios para a aquisição de moradias.

Trabalhador vai poder usar FGTS para comprar ações da Eletrobras; saiba como

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderá ser usado para comprar ações da Eletrobras. É o que prevê uma das regras do modelo de privatização da estatal.

O trabalhador poderá usar 50% do valor da conta individual do Fundo de Garantia, sendo R$ 200 reais o investimento mínimo.

A modelagem de privatização, que foi apresentada nesta semana e ainda será analisada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), também permite que qualquer pessoa física que more no Brasil compre as ações da empresa, quando ela for desestatizada.

Hoje, a União detém 60% dos papéis da Eletrobras e a intenção é ficar com 45%. Ou seja, a ideia é que o governo continue sendo o principal acionista, mesmo sem ter a maioria das ações.

As projeções indicam que será possível arrecadar R$ 100 bilhões com a desestatização da Eletrobras. De acordo com o documento apresentado pelo governo, a hidrelétrica de Itaipu e a Eletronuclear não serão incluídas na privatização.

Leia também | Trabalhador vai poder usar FGTS para comprar ações da Eletrobras; saiba como

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário