Quedas da própria altura somam cerca de 11 mil atendimentos de emergência no Ceará em 2021 | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
LEVANTAMENTO
Quedas da própria altura somam cerca de 11 mil atendimentos de emergência no Ceará em 2021
Acidentes ocorrem geralmente no ambiente doméstico, em especial, na cozinha e no banheiro
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 24 de novembro de 2021
Quedas da própria altura somam cerca de 11 mil atendimentos de emergência no Ceará em 2021
Foto: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza

As quedas da própria altura, em que a pessoa cai do próprio nível do corpo, são mais comuns do que se imagina e estão entre os maiores registros de entrada nas emergências hospitalares do Ceará. Segundo dados do Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, entre janeiro e outubro deste ano foram atendidas 10.961 vítimas de lesões e fraturas causadas por quedas da própria altura, quase 2 mil quedas por mês.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional Ceará (Sbot-CE), Leonardo Drumond, afirma que esses tipos de quedas ocorrem geralmente no ambiente doméstico, em especial, na cozinha e no banheiro. As quedas acontecem por condições fisiológicas da vítima como desmaio ou desequilíbrio ou de fatores externos como um tropeço ou escorregos.

Entre as principais vítimas estão crianças e idosos, sendo os com mais de 60 anos os mais vulneráveis e os que mais demandam cuidados das equipes especializadas, pois a maioria dos casos gera complicações no quadro clínico, tendo em vista o diagnóstico de outras comorbidades, como diabetes, hipertensão e osteoporose. “A queda provoca fraturas, que acarretam inflamações e dificultam a recuperação”, diz o doutor. O ortopedista destaca ainda que é possível evitar as quedas.

“Os idosos, os cuidadores e os responsáveis devem seguir algumas recomendações como não deixar objetos e tapetes escorregadios espalhados pela casa, além de manter uma boa iluminação principalmente no quarto que o idoso dorme e banheiros. Outra orientação é instalar barras de suporte no box do banheiro, escadas e rampas para o idoso segurar sempre que precisar”, destaca.

No entanto, em caso de queda que não puder ser evitada, o presidente da Sbot-CE orienta que a primeira atitude é pedir ajuda. “Não se deve mover a vítima. O ideal é manter a calma e chamar o serviço de emergência 192”, orienta.

Leia também | Concurso do IJF pode convocar 83 novos profissionais; veja vagas

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário