Valorização dos carros usados e 0km pode aumentar valor do IPVA em 2022 | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
PREPARE O BOLSO
Valorização dos carros usados e 0km pode aumentar valor do IPVA em 2022
Cada estado tem uma alíquota de IPVA, que pode variar entre modelos de passeio à gasolina ou flex e os movidos a álcool, eletricidade ou gás
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 30 de novembro de 2021
Valorização dos carros usados e 0km pode aumentar valor do IPVA em 2022
Foto: Thiara Montefusco/Governo do Ceará

Com a inflação em alta e a valorização do mercado de veículos novos, o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) deve ter um aumento em 2022. Isso porque a alíquota do tributo é igual tanto para o carro novo como para o usado. No caso do 0km, é calculada sobre o valor da nota fiscal de compra.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Já para os veículos usados vale o valor da Tabela Fipe, o padrão usado em muitos estados, como São Paulo. Segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede o valor de bens e serviços, os veículos novos aumentaram 20% entre outubro do ano passado e deste ano. Para os usados, o reajuste ficou acima de 30%, o que deve refletir no valor do IPVA 2022.

Cada estado tem uma alíquota do imposto, que pode variar entre modelos de passeio à gasolina ou flex e os movidos a álcool, eletricidade ou gás. O mesmo ocorrer com a isenção para veículos mais antigos.

Em alguns estados brasileiros, são isentos os que têm acima de 10, 15 ou 20 anos. Em outros, como Santa Catarina, não pagam IPVA os carros fabricados até 1985; e em Minas Gerais, a cobrança tem redução escalonada por idade, mas nenhum fica livre do tributo.

No Ceará, as alíquotas do IPVA variam de 0,5% a 3,5% sobre o valor venal dos veículos. A maior parte da frota tem alíquota de 3%. É o caso dos automóveis e caminhonetes entre 100 e 180 cavalos de potência. Ônibus, micro-ônibus, caminhões e veículos de locadoras pagam 1%.

Pessoas com deficiência têm direito à isenção do imposto, assim como proprietários de máquinas agrícolas, táxi, ônibus de transporte urbano e metropolitano, transportes escolares, além de veículos com mais de 15 anos de fabricação.

Leia também | Saiba como aderir ao Refis 2021 e ter multas e taxas do Detran perdoadas no Ceará

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário