Apenas 21% dos jovens pobres conseguem meia entrada e transporte gratuito pelo programa ID Jovem | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
BRASIL
Apenas 21% dos jovens pobres conseguem meia entrada e transporte gratuito pelo programa ID Jovem
Os benefícios são concedidos por meio do ID Jovem a 2,5 milhões de pessoas
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 4 de janeiro de 2022
Apenas 21% dos jovens pobres conseguem meia entrada e transporte gratuito pelo programa ID Jovem
Foto: Divulgação

Somente 21% dos jovens pobres brasileiros têm acesso a meia-entrada em eventos culturais e esportivos, além de transporte interestadual gratuito, apesar de ser um direito previsto em lei. O programa ID Jovem foi lançado no governo de Dilma Rousseff (PT).

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

Jovens pobres são os beneficiários

Os benefícios são concedidos por meio do ID Jovem a 2,5 milhões de pessoas. São jovens de 15 a 29 anos com renda familiar de até dois salários mínimos e inscritos no Cadastro Único, o banco de dados do governo para programas assistenciais.

Atualmente, o Brasil registra 11,9 milhões de jovens de baixa renda, ou seja, que têm direito ao ID Jovem. As inscrições para o programa são gratuitas e feitas virtualmente. Procurado, o Ministério dos Direitos Humanos não respondeu sobre a baixa adesão ao programa.

Leia mais | Ceará é destaque em estudo do Banco Mundial sobre a redução na pobreza de aprendizado

ID Jovem: aplicativo do programa Identidade Jovem ganha novas funcionalidades

O aplicativo do programa Identidade Jovem (ID Jovem) ganhou novas funcionalidades em dezembro. Já disponível no site e para sistemas Android e IOS, a nova versão gratuita do software conta com espaço para notícias e informações sobre cursos de capacitação e políticas públicas de interesse dos beneficiários da iniciativa federal.

Instituída por meio do Estatuto da Juventude (Lei nº 12.852, de 2013) e lançada em março de 2016, a ID Jovem é um documento que facilita que jovens de 15 a 29 anos de idade, com renda familiar de até dois salários mínimos, paguem meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos ou usem o transporte coletivo interestadual gratuitamente ou com descontos. Os detentores de uma ID Jovem validada também têm direito à isenção da taxa de emissão da carteira estudantil.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário