CÃO HERÓI

Morre Uno, cão do Corpo de Bombeiros do Ceará que trabalhou em buscas do Edifício Andréa

O velório, a cremação e o sepultamento do animal aconteceram na tarde desta segunda-feira (25)

Compartilhe:
25 de abril de 2022
Amanda Abdala

O cão de resgate Uno, que participou do resgaste das vítimas do Edifício Andréa morreu no último sábado (23). Uno fazia parte da corporação do Corpo de Bombeiros do Ceará. O animal tinha 12 anos e também atuou nas buscas por vítimas do rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG). A causa da morte não foi divulgada.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O velório, a cremação e o sepultamento do animal aconteceram na tarde desta segunda-feira (25) no Memorial Pet, no Bairro Passaré, onde ele recebeu homenagens.

“Comunicamos com pesar o falecimento do cão Uno, que hoje já estava aposentado, adotado por seu condutor o Tenente J. Maria. Ele foi certificado nacionalmente duas vezes. Era um dos melhores cães de busca do Ceará e do Brasil”, diz a corporação por meio de uma nota de pesar publicada nas redes sociais.

O cão foi aposentado dos bombeiros ao completar 10 anos, em fevereiro de 2020. Esse é um procedimento padrão para os cães da corporação. No entanto, nessa década de vida ele participou de várias ocorrências como ocultação de cadáver, busca por pessoas perdidas em matas e vítimas de estruturas colapsadas.

Leia também | Vídeo: raio atinge torre de igreja durante missa em Russas

A última vez que o Cão atuou na carreira foi em outubro de 2019, quando ocorreu o desabamento do edifício residencial Andrea, no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. O prédio de sete andares veio abaixo no dia 15 daquele mês deixando nove mortos e sete moradores feridos.

Nove meses antes, em janeiro de 2019, o cão de resgate atuou na tragédia de Brumadinho, que deixou pelo menos 261 mortos após o rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, da mineradora Vale.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.