Volume dos açudes do Ceará atinge melhor marca dos últimos 9 anos | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
RESERVA HÍDRICA
Volume dos açudes do Ceará atinge melhor marca dos últimos 9 anos
O Ceará tem hoje 37 açudes sangrando. Mesmo assim, a situação ainda é preocupante em 55 açudes, que estão abaixo dos 30%.
Redação GCMAIS
Postado em 1 de maio de 2022
Volume dos açudes do Ceará atinge melhor marca dos últimos 9 anos
Foto: Cogerh

O volume médio dos açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) está em 36,6% no Ceará. Esse é o maior volume já registrado desde de outubro de 2013, quando a média dos reservatórios atingiu 35%. O órgão monitora 155 açudes no Estado.

O mês de março encerrou com volume acumulado de chuvas 30,5% acima do considerado normal para o período. A média registrada de precipitações em março foi de 265,4 milímetros. O volume médio esperado para o mês é de 203,4 mm.

Em abril, o volume de chuvas ficou um pouco abaixo da média prevista. Foi registrado volume médio de 167,4 mm de chuva. O esperado para o mês são 188 mm.

Até o final da quadra chuvosa, em maio, a média de precipitações no Ceará é de 600,7 mm, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Até o momento, o Ceará tem média de 497,3 mm.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Açudes sangrando

O Ceará tem hoje 37 açudes que atingiram a capacidade máxima e estão sangrando. Até o fim de abril de 2021, apenas 16 açudes atingiram a marca. Outros 6 açudes estão com a capacidade acima dos 90% no momento: Araras (Varjota), Taquara (Cariré), Do Coronel (Antonina do Norte), Trapiá III (Coreaú), Malcozinhado (Cascavel) e São Domingos II (Caririaçu).

A Cogerh também registra 55 açudes com capacidade abaixo dos 30%.

Maiores reservatórios do Ceará

De acordo com a Cogerh, o Açude Orós é o que possui o melhor volume dos três maiores do Estado. Atualmente, seu índice é de 48,11%, o melhor desde 28 de setembro de 2014. O Castanhão, maior açude da América Latina, está com 21,52% de volume. Esse é o melhor nível desde 2015, quando foi registrado volume de 19,61%. Já o Banabuiú, terceiro maior açude do Ceará, apresenta cenário mais delicado, com 8,52%.

De acordo com o secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, “algumas regiões do nosso estado, como o Sertão Central/Banabuiú, não tiveram bons aportes. A Bacia do Banabuiú se encontra com apenas 8%. A gestão hídrica do Ceará, através do Grupo de Contingência, segue monitorando e definindo ações para que todas as regiões fiquem seguras”.

Leia também | Quadra chuvosa: saiba onde foram as maiores chuvas das últimas 24h

Veja a quais açudes estão sangrando no Ceará

Acarape do Meio
Acaraú Mirim
Amanary
Angicos
Aracoiaba
Barragem do Batalhão
Batente
Caldeirões
Cauhipe
Diamantino II
Frios
Gameleira
Gangorra
Gavião
Germinal
Itapajé
Itapebussu
Itaúna
Jenipapo
Junco
Maranguapinho
Mundaú
Muquém
Olho D’água
Pacajus
Pau Preto
Poço Verde
Quandú
Rosário
São Vicente
Sobral
Tijuquinha
Tucunduba
Ubaldinho
Valério
Várzea da Volta

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário