Fortaleza tem tendência de aumento nos casos de Covid-19, aponta Fiocruz | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
ALERTA LIGADO
Fortaleza tem tendência de aumento nos casos de Covid-19, aponta Fiocruz
A informação foi divulgada, nesta quinta-feira (26), no Boletim Infogripe da Fundação Oswaldo Cruz
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 27 de maio de 2022
Fortaleza tem tendência de aumento nos casos de Covid-19, aponta Fiocruz
Foto: CDC (Centers for Disease Control and Prevention)

Fortaleza é uma das 20 capitais brasileiras com tendência de aumento nos casos de Covid-19. A informação foi divulgada, nesta quinta-feira (26), no Boletim Infogripe da Fundação Oswaldo Cruz. A Fiocruz informa que há um sinal contínuo de aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em todas as regiões do país.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Quanto às capitais, 20 das 27 unidades têm indícios de crescimento na tendência de longo prazo: Aracaju (SE), Belém (PA), Boa Vista (RR), plano piloto e arredores em Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN) Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Vitória (ES).

A análise aponta que 18 estados apresentam sinal de crescimento na tendência de longo prazo (últimas seis semanas): Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul,  Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

No país, o boletim aponta que cerca de 48% das ocorrências de Síndrome Respiratória, registradas nas últimas quatro semanas, foram em razão da covid. Em relação aos óbitos por SRAG, 84% foram relacionados à doença.

Leia também | Varíola dos macacos: temos vacina para combater a doença? Infectologista explica

Aumento de casos de Covid-19 em Fortaleza

A taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) por Síndrome Respiratória Aguda Grave, em Fortaleza, está em 49,53%, segundo a plataforma IntegraSUS. Os dados foram extraídos às 6h52 desta sexta-feira (27). Já nas enfermarias, a ocupação é de 53,47%.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário