REPERCUSSÃO NAS REDES SOCIAIS

Pode ou não pode usar tinta para pintar pelos de animais? Médica veterinária tira dúvidas

A foto de um cão da raça golden tingido dividiu os internautas. “Eu vi. Senti muita dó dele. Sou contra! Quem quiser que faça em si, não no cachorrinho”, opinou uma seguidor

Compartilhe:
10 de maio de 2023
Portal GCMAIS

Um cachorro “pintado” de tigre na Beira-Mar, em Fortaleza, ganhou repercussão nas redes sociais nesta semana. O caso iniciou um debate: será se o procedimento de pintar animais com tintas é considerado saudável para a saúde dos pets? A médica veterinária Juliana Furtado tirou as dúvidas sobre o tema.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<

“Hoje em dia existem tintas especiais para que a gente faça a pintura de animais. Na verdade, isso tem fim só estético. Isso já é bem comum nas exposições e competições (de animais), em que esses profissionais que trabalham com a beleza do cão fazem uso desse tipo de produto. Mas não é interessante que a pessoa faça esse processo em casa”, alerta a profissional.

A foto de um cão da raça golden tingido dividiu os internautas. “Eu vi. Senti muita dó dele. Sou contra! Quem quiser que faça em si, não no cachorrinho”, opinou uma seguidor. “Povo, deixa de coisa. Existe coloração para isso que não prejudica a saúde do animal”, explicou outro.

A veterinária Juliana Furtado destaca o cuidado com o uso adequado da tinta para animais. “O pet tem um PH de pele diferente do nosso (humanos). Então eu não posso pegar uma tinta que eu cumpre em uma clínica de beleza e usar em um animal. Isso vai levar a prejuízos como queimadura. Para isso, é interessante que, caso eu venha fazer no meu animal, que a gente faça de forma responsável e procure um profissional capacitado para isso”, reforça a profissional.

Mais detalhes na reportagem:

Leia mais | Onça-pintada trava batalha com jacaré no Pantanal e perde o embate

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<  

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.