EXECUÇÃO

Garçom é assassinado a poucos metros do bar em que trabalhava em Fortaleza

O estabelecimento comercial ficou fechado após o crime, com os demais funcionários comentando que “não tem clima” para trabalhar

Compartilhe:
6 de junho de 2024
Portal GCMAIS

Um homem de 51 anos de idade, que trabalhava como garçom em um bar em Fortaleza, foi assassinado a tiros a poucos metros do estabelecimento comercial. O caso ocorreu nesta quarta-feira (5), perto do meio-dia, na Rua Castro Alencar, no bairro Jardim das Oliveiras.

Garçom é assassinado a poucos metros do bar em que trabalhava em Fortaleza
Foto: Reprodução

Ele, identificado como Hernane, tinha esposa e filhos e trabalhava no bar apenas aos fins de semana, mas frequentemente ia para lá na semana para encontrar os amigos ou até ajudar no dia a dia do estabelecimento. Funcionários do local e outras pessoas da região comentam que o homem era “uma pessoa muito querida” e se dava bem com todos, não havendo informação sobre qualquer envolvimento com atividades ilícitas. Também não estava sendo ameaçado ou perseguido.

Leia também | Briga entre torcedores deixa dois homens gravemente feridos em Fortaleza

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

No momento da execução, Hernane estava na calçada, ao lado do bar, falando ao telefone com um familiar, quando foi surpreendido pelos criminosos. Eles chegaram em uma motocicleta e efetuaram vários disparos, de prontidão, sem dar-lhe a chance de correr.

O estabelecimento comercial ficou fechado após o crime, com os demais funcionários comentando que “não tem clima” para trabalhar após o ocorrido. Após o assassinato, ainda era possível ver manchas de sangue nas proximidades, na calçada e na pista.

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Após o ocorrido, as forças de segurança foram acionadas e agentes policiais se dirigiram ao local da ocorrência para averiguar o crime. Não chegaram a encontrar, no entanto, pistas que possam auxiliar na investigação. O local também não tem câmeras de segurança instaladas, o que dificulta os trabalhos policiais. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à  Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

WhatsApp do GCMais

NOTÍCIAS DO GCMAIS NO SEU WHATSAPP!

Últimas notícias de Fortaleza, Ceará e Brasil

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp.