Novo Bolsa Família: Auxílio Brasil pagará até R$ 1.200; confira quem receberá benefício | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
GOVERNO FEDERAL
Novo Bolsa Família: Auxílio Brasil pagará até R$ 1.200; confira quem receberá benefício
A previsão do Governo Federal é que os detalhes do Auxílio Brasil sejam definidos neste mês de setembro.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 13 de setembro de 2021
Novo Bolsa Família: Auxílio Brasil pagará até R$ 1.200; confira quem receberá benefício
Imagem: GCMAIS

A Medida Provisória que garante o Auxílio Brasil, programa que deve substituir o Bolsa Família, já foi publicada. Contudo, alguns detalhes seguem sendo discutidos, como o valor do pagamento. Em uma das propostas debatidas no Congresso Federal, o Auxílio Brasil poderá pagar o valor de até R$ 1.200 para as famílias mais necessitadas.

Atualização | Novo Bolsa Família: Guedes indica valores do Auxílio Brasil

Leia também | 6ª parcela do auxílio emergencial começa amanhã (17); veja calendário

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Vale Gás: saiba quando começa a entrega do benefício

O projeto é de autoria da deputada Rejane Dias (PT-PI). O Ministério da Economia, porém, acredita que este valor não deve ser aprovado, já que a quantia ultrapassa a capacidade de gastos dos cofres públicos.

Inicialmente, a expectativa do Ministério da Economia era pagar R$ 250, mas o presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou que o Auxílio Brasil pagará, no mínimo, 50% acima do valor médio pago pelo Bolsa Família, que atualmente é de R$ 189.

Leia também | Bolsa Família: 6ª parcela do auxílio emergencial começa sexta (17); veja datas

Isso significa um pagamento no valor de cerca de R$ 300, mas há a expectativa de que o valor chegue aos R$ 400. Segundo o ministro da Cidadania, João Roma, o benefício deve ter um “sistema de trilhas” o participante poderá receber até R$ 1 mil.

Leia também | Entenda a proposta do saque de R$ 1.100 do FGTS 2021

Contudo, o valor oficial ainda não foi definido. A previsão do Governo Federal é que essa definição aconteça durante o mês de setembro.

O lançamento do Auxílio Brasil está programado para acontecer em novembro deste ano, logo após o encerramento do Auxílio Emergencial. A proposta inclui, ainda, a ampliação do número de contemplados, saindo de 14,6 milhões para 17 milhões.

Saiba mais | Caixa libera R$ 22,8 bilhões do PIS/Pasep para saque; veja se você tem direito

Saiba quem poderá ter acesso ao Auxílio Brasil

Os critérios para o programa Auxílio Brasil ainda não foram divulgados. Mas os critérios do programa Bolsa Família podem servir como base para aqueles que desejam se cadastrar para receber o benefício. Segundo a proposta, o número de beneficiários do novo auxílio será maior, alcançando mais de 16 milhões de pessoas.

Saiba mais | Auxílio Brasil começa a ser pago em novembro; saiba como se inscrever

Critérios do Bolsa Família em vigor

A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa, segundo informações da Caixa Econômica Federal.

Já as famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Leia também | CNH Popular retorna em outubro com 20 mil carteiras gratuitas

Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Caso atenda aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único.

Leia também | Vale gás permanente no Ceará: saiba se você terá direito

Mantenha seus dados sempre atualizados informando à prefeitura qualquer mudança de endereço e telefone de contato e modificações na constituição de sua família, como nascimento, morte, casamento, separação, adoção, etc.

O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no Programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o Ministério da Cidadania seleciona de forma automatizada as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

Para saber se você foi incluído no Programa, consulte aqui a lista de famílias beneficiárias ou procure o responsável pelo Programa na prefeitura de sua cidade.

Leia também | CNH Popular retorna em outubro com 20 mil carteiras gratuitas

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Atualização | Auxílio emergencial: novo saque de R$ 375 é liberado hoje (15)


Deixe seu comentário