Apesar de crise hídrica, governo descarta risco de apagão no país | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
ENERGIA
Apesar de crise hídrica, governo descarta risco de apagão no país
Declaração foi dada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 4 de dezembro de 2021
Apesar de crise hídrica, governo descarta risco de apagão no país
Foto: Caio Coronel / Itaipu Binacional

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, descartou qualquer risco de desabastecimento elétrico ou de apagão no país, por conta da crise hídrica dos reservatórios.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Durante a inauguração do laboratório do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica da Eletrobras, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, o ministro disse que o país atravessa a pior crise hídrica dos últimos 90 anos, com falta de chuvas nos principais reservatórios, mas ressaltou que o setor elétrico soube trabalhar para superar o problema.

Bento Albuquerque também falou sobre a possibilidade de construção de uma quarta usina nuclear no país, para se somar às que já estão em funcionamento em Angra dos Reis, no litoral sul do Rio de Janeiro.

Ele não definiu, no entanto, onde seria construída a nova usina, mas garantiu que será de uma nova geração, menor, mais eficiente e mais segura que as atuais.

O novo centro de pesquisas, chamado Laboratório de Smart Grids, inaugurado pelo ministro, nesta sexta-feira, é um dos primeiros do gênero no País e recebeu investimentos da ordem de R$ 20 milhões. A previsão é de que ajude nas pesquisas e prestação de serviços às empresas do setor de energia, contribuindo para o avanço tecnológico brasileiro.

Leia também | Aneel anuncia bandeira verde para beneficiários da Tarifa Social de energia em dezembro

Apesar de crise, Brasil não corre risco de apagão em 2021, diz ONS

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) afirmou que o país não corre risco de corte no fornecimento de energia este ano, apesar de o país passar pela “pior crise hidrológica desde 1930”. A ONS divulgou uma nota técnica com a avaliação das condições de atendimento energético do Sistema Interligado Nacional (SIN). Nessa nota, a entidade afirma que o nível das chuvas, “significativamente abaixo da média histórica”, motivou uma série de recomendações.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário