Vídeo: deslizamento de terra assusta moradores de Ouro Preto | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
MINAS GERAIS
Vídeo: deslizamento de terra assusta moradores de Ouro Preto
As pessoas que estavam na região ficaram muito assustadas e impressionadas com o deslizamento.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 13 de janeiro de 2022
Vídeo: deslizamento de terra assusta moradores de Ouro Preto
Imagem: Captura de tela

Na manhã desta quinta-feira (13), os moradores de Ouro Preto, em Minas Gerais, registraram, por meio de vídeos, o momento em que um deslizamento de terra aconteceu no centro história da cidade. A imagens mostram parte do morro da Forca caindo, localizado na praça da Estação, caindo sobre casarões, veículos e até mesmo postes de energia.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

As pessoas que estavam na região ficaram muito assustadas e impressionadas com o deslizamento. De acordo com a Defesa Civil, local já estava sendo monitorado devido às fortes chuvas que atingem a região nos últimos dias. Vale ressaltar que não há relatos de vítimas até o momento.

Vídeo do deslizamento de terra em Ouro Preto

Inquérito vai investigar tragédia em Capitólio

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) anunciou hoje (11) a abertura de um inquérito civil para apurar a conduta do município de Capitólio (MG) na tragédia que levou 10 pessoas à morte. O episódio ocorreu no último sábado (8) após o deslizamento de uma rocha do cânion do Lago de Furnas, uma das principais atrações turísticas da região.

O bloco de pedra despencou por volta de 12h30 no local onde estavam lanchas que transportavam dezenas de turistas. Logo depois do ocorrido, imagens gravadas por quem estava em embarcações menos afetadas se disseminaram pelas redes sociais.

Leia também | Duas apostas dividem prêmio de R$ 10,4 milhões da Mega-Sena

De acordo com o MPMG, será apurado se a prefeitura cumpriu obrigações de identificação, mapeamento e fiscalização das áreas de risco. Os promotores também querem saber se a população estava suficientemente informada sobre os riscos dessas áreas. Será o terceiro inquérito aberto. Outra investigação já está em andamento pela Marinha, responsável por fiscalizar a navegação e estabelecer o ordenamento da orla nos cursos d ́água. Responsabilidades serão apuradas ainda pela Polícia Civil, que pretende recorrer ao auxílio de peritos em geologia.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, todos os mortos estavam em uma única lancha, embora mais uma tenha afundado e outras duas também tenham sido fortemente atingidas pelo impacto da rocha no lago. Vídeos que se disseminaram pela internet mostraram o ponto de vista de outras embarcações que, mesmo um pouco mais distantes, foram afetadas pela enxurrada de água que se formou, mas conseguiram deixar o local. Além dos mortos, pelo menos 24 vítimas precisaram de socorro em unidades de saúde, algumas com fraturas e escoriações.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário