Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CONFIRA O VÍDEO
“Essa ‘gripezinha’ já levou o amor de muita gente embora”, diz médica cearense em apelo à população
A médica de Juazeiro do Norte gravou um vídeo falando sobre o que viu em um ano na linha de frente da covid-19
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 5 de março de 2021
“Essa ‘gripezinha’ já levou o amor de muita gente embora”, diz médica cearense em apelo à população
Foto: Reprodução

O depoimento de uma médica intensivista do Hospital Regional do Cariri emocionou os cearenses nesta sexta-feira (5). A Dra. Geórgia de Oliveira atua na linha de frente do combate à covid-19 desde o início da pandemia, em 2020, e gravou um vídeo em que se emociona falando do que viu neste último ano.

“Que a sociedade possa entender que essa ‘gripezinha’ já levou o amor de muita gente embora. E a dor que eles sofreram, nós também sofremos. Dói muito quando a gente vê um pai, uma mãe, um avô não poder ter um enterro digno. E não poder, infelizmente, olhar no olho de um familiar”, desabafa a médica.

Leia também | Apuiarés: idoso de 89 anos comemora aplicação de vacina ao som de “Bum Bum Tam Tam”

No vídeo, ela também faz um pedido para que as pessoas tomem cuidado neste momento da segunda onda da doença, alertando sobre a nova mutação do vírus. “Cada vez mais nós temos visto jovens, na faixa etária entre 25 e 45 anos, nas nossas UTIs. O padrão mudou totalmente”, explica a Dra. Geórgia de Oliveira, acrescentando uma súplica para que as pessoas evitem aglomerações e fiquem em casa.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

“É um apelo de uma pessoa que, todos os dias, vê a gravidade nos olhos, vê os pacientes pedindo para não morrer e vê as famílias aflitas que não querem perder aquele ente querido”, encerra a médica.

O Hospital Regional do Cariri, onde a médica trabalha, registra, nesta sexta-feira, uma taxa de ocupação de 100% dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na enfermaria também não há mais nenhuma vaga disponível, segundo os dados do IntegraSUS.

>>>Acompanhe a TV Cidade Fortaleza no YouTube<<<

Leia também | Variante do Amazonas: Ceará tem maior prevalência da mutação, aponta Fiocruz

Desde o início da pandemia, o município de Juazeiro do Norte já registrou 18.208 casos da covid-19 e 356 mortes pela doença.


Deixe seu comentário