Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
PROFISSIONAIS DE SAÚDE
Mortes por Covid-19 entre profissionais da saúde aumentaram 31% durante a segunda onda da pandemia no Ceará
Foram contabilizadas 35 mortes entre 1º de março a 30 de setembro de 2020.
DÉBORA BRITTO
Postado em 24 de maio de 2021
Mortes por Covid-19 entre profissionais da saúde aumentaram 31% durante a segunda onda da pandemia no Ceará
De todos os casos confirmados, 9 em cada 10 profissionais da saúde se recuperaram do coronavírus, 98% do total. Foto: Governo do Ceará

Entre 1º de outubro de 2020 e 24 de maio de 2021, a segunda onda da pandemia de Covid-19 vitimou 46 profissionais da área da saúde no Ceará. O resultado gerou crescimento de 31,42% no número de mortes se comparado à primeira onda, onde foram contabilizadas 35 mortes entre 1º de março a 30 de setembro de 2020.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Entretanto, os casos da doença já confirmados entre os profissionais da saúde apresentaram baixa de 58,75% no mesmo período no Estado. Durante o primeiro período de pandemia, 16.418 ocorrências foram confirmadas e, depois, 6.772. As informações são da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa).

De todos os casos confirmados, 9 em cada 10 profissionais da saúde se recuperaram do coronavírus, 98% do total. Das 23.237 confirmações, 22.775 se curaram até o dia 24 de maio.

Diante desse cenário, Fortaleza, com 8.485 casos; Sobral, com 1.147 confirmações; Caucaia, com 768; Juazeiro do Norte, com 706; e Crato, que totalizou 510, são os municípios que mais registraram infecções da Sars-Cov-2, no grupo prioritário.

Ao todo, até o último domingo (23), 232.080 profissionais da área da saúde foram imunizados com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no Estado. Destes, 194.091 também foram receberam a D2, o que representa 76,34% da meta de vacinação do grupo prioritário. As informações foram repassadas pela Secretaria da Saúde (Sesa).

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário