Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
AGLOMERAÇÃO
Jovem que viralizou ao participar de “festa do beijo” afirma que se arrependeu
Nas redes sociais, a moça publicou uma nota de retratação pelo ocorrido e afirma que avó não é juíza, diferente do que falou no vídeo
Redação GCMAIS
Postado em 26 de maio de 2021
Jovem que viralizou ao participar de “festa do beijo” afirma que se arrependeu
Foto: Reprodução

A jovem Kawanne Nobre publicou um pedido de desculpas no Instagram após ser vista recebendo beijos no rosto de 13 homens, em uma festa clandestina realizada em Juazeiro do Norte, na região do Cariri, na última sexta-feira (21). Kawanne e dezenas de jovens se aglomeraram, sem máscara ou distanciamento social, em um aniversário chamado de “Festa do Beijo”.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

No vídeo que viralizou nas redes sociais, a jovem faz uma brincadeira com os amigos, um de cada vez, perguntando “tapa ou beijo?”. Na sequência um rapaz dava um beijo no rosto dela e logo outro se aproximava. Em outro momento, Kawanne também diz que a avó era juíza e que por isso não temia ter problemas com a Justiça.

Com a repercussão e minutos antes de comparecer à delegacia para prestar depoimento por descumprir o decreto governamental, Kawanne pediu desculpas por meio de uma nota publicada no Instagram.

“Reconheço que errei, pois nesse momento muitos familiares sofrem por seus entes queridos que perderam a vida ou lutam até mesmo por um leito na UTI”, escreveu na publicação feita nessa terça-feira (25).

Leia também | Empresa é condenada pela justiça por fazer “paredão de eliminação” na demissão de funcionários

Avó é comerciante e não juíza

Sobre a declaração de que a avó era juíza, a jovem desmentiu, dizendo que era apenas uma brincadeira e que a mulher é, na verdade, uma comerciante.

“Quero ressaltar que sei da minha responsabilidade social e que falhei, porém, não justifica pessoas de minha família serem responsabilizadas, já que não moro com elas, especialmente a minha avó, que, na verdade, é uma senhora comerciante aposentada, a qual me reportei ser uma autoridade, não passou de uma brincadeira na qual também me arrependo, cumpre rigorosamente a quarentena, não tinha conhecimento do ocorrido e repudia veementemente esse tipo de comportamento”, escreveu.

Até agora 20 pessoas foram intimadas a depor na delegacia da Polícia Civil da Região Metropolitana do Cariri.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário