Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
SAÚDE
Presença da variante indiana do coronavírus é descartada no Ceará
Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem sete casos confirmado da nova cepa
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 27 de maio de 2021
Presença da variante indiana do coronavírus é descartada no Ceará
Foto: NIAID / Divulgação

A variante indiana do coronavírus foi descartada no Ceará. A informação é do Ministério da Saúde. Contudo, segundo a pasta, o Brasil tem sete casos confirmados da nova cepa. O Distrito Federal também teve casos da nova variante descartados pelo Ministério da Saúde.

Seis casos confirmados da B1.617 estão no estado do Maranhão e o outro está em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Há ainda o monitoramento de casos suspeitos em Minas Gerais e no Pará. Os pacientes aguardam a conclusão do sequenciamento genético.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Sobre o caso suspeito

No dia 17 de maio, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) foi notificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre um caso suspeito da variante indiana da covid-19 em Fortaleza.

O passageiro chegou em Fortaleza no dia 9 de maio e ficou em isolamento preventivo, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias. Ele testou positivo para a covid-19 cerca de 10 e 11 dias depois de chegar à Capital, mas não apresentou sintomas. Um novo teste foi feito em 18 de maio, mas, dessa vez, o resultado foi negativo.

O viajante veio para Fortaleza acompanhado de um colega da empresa, que realizou teste de covid nos dias 10 e 12 de maio, mas teve resultado negativo nos dois casos. Ele também não apresentou nenhum sintoma.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Ceará ressaltou que monitora o paciente e acompanha as análises laboratoriais que visam identificar se, de fato, trata-se de um caso da variante indiana em Fortaleza. “É importante ressaltar que todos os viajantes que chegam ao Ceará oriundos de países com circulação de variantes devem cumprir autoquarentena de 14 dias”, recomenda o órgão.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário