Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
FISCALIZAÇÃO
Semace embarga obras irregulares na Lagoa do Uruaú, em Beberibe
A Semace realizou uma ação de fiscalização para combater infrações ambientais na Área de Preservação Ambiental da Lagoa do Uruaú
Batista Santos
Postado em 27 de maio de 2021
Semace embarga obras irregulares na Lagoa do Uruaú, em Beberibe
Foto: Semace / Divulgação

Nesta última terça-feira (25), equipes de fiscalização ambiental da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), juntamente com equipes do Batalhão de Polícia do Meio Ambiente(BPMA), realizaram ação de combate às infrações ambientais na Área de Preservação Ambiental (APA) da Lagoa do Uruaú, no município de Beberibe. A operação, voltada para o atendimento de ocorrências no interior da Unidade de Conservação (UC), resultou em três embargos preventivos e um auto de infração com embargo.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Jovens são assaltados no Cumbuco, litoral de Caucaia

A ação contou com seis fiscais ambientais da Semace e sete policiais militares do BPMA que constataram a execução de obras sem licença ambiental no interior da Unidade de Conservação e em área de preservação permanente da lagoa. No local, os agentes realizaram flagrantes de irregularidades, aplicaram as sanções administrativas e colocaram placas indicativas de embargos das obras. “Os procedimentos serão instaurados e apurados no âmbito administrativo”, informa a diretora de Fiscalização da Semace, Carolina Braga.

No mês de abril, a diretoria de Fiscalização (Difis) da Superintendência deu início a mesma operação na APA. Na primeira fase, os agentes fiscalizaram quatro ocorrências, onde duas delas resultaram em multa e embargo, e embargo preventivo. Na segunda fase, os fiscais retornaram ao local para analisar as áreas acometidas pelas infrações, que seriam alvos da terceira fase, que gerou os embargos preventivos e multa com embargo.

O relatório de conclusão da Difis aponta ainda que dos 15 alvos pré-determinados para serem vistoriados, quatro resultaram em adoção de medidas administrativas no momento da vistoria. Na operação ocorrida nos dias 16 e 25 foram vistoriadas o total de 17 ocorrências, seis resultaram na adoção de medidas administrativas, duas com multa e embargo efetivo, e quatro com embargos preventivos.

As ocorrências onde foram constatados indícios de infração serão alvo de novas fiscalizações. “A APA da Lagoa do Uruaú foi instituída a partir do Decreto Estadual nº 25.355/1999 e vem sendo alvo de uma especulação imobiliária com ocupações à revelia do órgão gestor da unidade, levando a uma vulnerabilidade da área protegida”, observa Carolina Braga.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

A Semace informa que denúncias de crimes ambientais podem ser feitas através dos canais: servicos.semace.ce.gov.br/denunciaWeb, pelo aplicativo Semace Mobile, e pela Central de Atendimento nos telefones 0800 275 22 33, 3101.5562, 3101.5580 ou 3254.3083. Além da Ouvidoria através do telefone (85) 3101.5520.

 


Deixe seu comentário