Especialista afirma que ‘não há risco iminente de tsunami’ no litoral do Ceará | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
FENÔMENO
Especialista afirma que ‘não há risco iminente de tsunami’ no litoral do Ceará
De acordo com o professor da UFC, Carlos Teixeira, o alerta é relevante para os governantes e autoridades
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 16 de setembro de 2021
Especialista afirma que ‘não há risco iminente de tsunami’ no litoral do Ceará
Foto: Divulgação

Segundo um especialista entrevistado pelo Grupo Cidade de Comunicação, o risco de que a erupção de um vulcão na costa da África poderia resultar em um tsunami que atingiria o litoral do Ceará é mínimo e não é motivo de preocupação. Nesta quinta-feira (16), circularam nas redes sociais a informação de que o alerta do risco de erupção deste vulcão subiu para o nível amarelo.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Ceará vai manter vacinação de adolescentes mesmo após recomendação do Ministério

“Em primeiro lugar eu gostaria de dizer que não existe um risco iminente de tsunami”, afirma Carlos Teixeira, professor do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) da Universidade Federal do Ceará (UFC). “O que aconteceu foi que houve um aumento de um alerta de erupção de um vulcão nas Ilhas Canárias. Ele saiu do nível 1 para o nível 2. E são quatro níveis. Para a gente estar perto de uma erupção a gente teria que estar no nível quatro. E a gente está longe disso”.

Leia também | Auxílio Brasil: veja pré-requisitos para novo Bolsa Família que começa em novembro

Mas o professor não descarta que, se houver uma erupção, há o risco de grandes ondas no Oceano Atlântico. “Caso houvesse uma erupção, aí poderia ocorrer uma tsunami que chegaria à costa do Brasil, Estados Unidos, Caribe e poderia ser perigoso, realmente. Não necessariamente teria ondas altas, mas você tem a possibilidade dessas ondas existirem”, explica.

Segundo ele, esse nível de alerta amarelo não é motivo de preocupação para a população e sim para as autoridades. “O alerta que fica é: nós não devemos nos preocupar e ter medo. Isso não está perto de ocorrer. Mas as autoridades, os governantes, devem começar a pensar nessa possibilidade: ‘e se a gente tivesse um tsunami? Quais as áreas que a gente teria que evacuar, o que a gente teria que fazer?’. Isso que a gente tem que pensar, a gente tem que se adiantar ao problema. Sem alarmismo”, afirma Carlos Teixeira.

Leia mais | Microcrédito de até R$ 3 mil reais da Caixa: saiba quem tem direito e como fazer o empréstimo

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário