Novo decreto aumenta capacidade de eventos, shoppings e jogos de futebol no Ceará | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CONFIRA MUDANÇAS
Novo decreto aumenta capacidade de eventos, shoppings e jogos de futebol no Ceará
Confira as mudanças que entram em vigor no sábado (16)
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 15 de outubro de 2021
Novo decreto aumenta capacidade de eventos, shoppings e jogos de futebol no Ceará
Foto: Reprodução

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou nesta sexta-feira (15) o novo decreto que avança na retomada econômica no Ceará. As principais mudanças são na capacidade de público em eventos, jogos de futebol, cinema e clientes nas lojas de rua e shoppings. Além disso, os restaurantes também vão passar a funcionar por mais tempo.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Saiba tudo sobre o 13º salário em 2021

Confira o que muda com o novo decreto

As principais mudanças anunciadas pelo governador são:

  1. Restaurantes passam a funcionar até 3 horas da manhã
  2. Cinemas, lojas de rua e de shoppings passam a funcionar com 80% da capacidade
  3. Eventos fechados podem receber até 300 pessoas e eventos abertos passam para 500 pessoas
  4. Jogos de futebol passam para até 30% da capacidade a partir de 16 de outubro e 50% da capacidade a partir do dia 23.
  5. Igrejas podem funcionar com total capacidade

Além disso, Camilo Santana ressaltou que o Comitê de Combate à Covid-19 discutiu a possibilidade das festas de fim de ano em 2021.

“Foi discutido dentro do comitê, hoje, as questões das festas de fim de ano. E nós criamos um grupo de trabalho que a partir da próxima segunda-feira vai discutir as questões das festas de fim de ano no Ceará”, adiantou o governador.

Posteriormente, o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), publicou um texto nas suas redes sociais falando sobre o Réveillo na Capital.

“Na Prefeitura de Fortaleza, estamos estudando essa possibilidade há algum tempo, observando os indicadores de saúde e o avanço da vacinação na Capital”, escreveu. “Essa discussão é ainda mais necessária, considerando o processo de retomada econômica e por todo o potencial para estimular os setores de comércio e serviços. O debate está aberto. Mas uma coisa é certa. Não abriremos mão do passaporte vacinal obrigatório. Qualquer um que deseje participar do evento, seja qual for o formato, terá de comprovar a vacinação, com ciclo completo”.

Leia também | Auxílio emergencial pode ser prorrogado até 2023 para Bolsa Família

Veja o vídeo do anúncio

 


Deixe seu comentário